O Dia Mundial da Dança foi instituído em 1982 pelo Conselho Internacional da Dança (CID), entidade criada sob a égide da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

A data foi escolhida para recordar o nascimento do coreógrafo francês Jean-Georges Noverre (1727-1810), um dos pioneiros da dança moderna.

Por todo o país, grupos de dança, escolas e associações realizam espetáculos e oficinas para o público em geral, com o objetivo de festejar uma arte cuja universalidade é destacada pelas instituições internacionais.

A nova coreografia de Olga Roriz, intitulada "A meio da noite", que teve antestreia no Festival de Música de Leiria, tem estreia marcada para hoje, no Teatro Nacional São João, no Porto, entidade coprodutora, a par do Teatro Municipal de Bragança e do Teatro Municipal de Vila Real, tendo também apresentações no sábado e no domingo.

Em Lisboa, a Companhia Nacional de Bailado vai apresentar a peça "Impromptus", de Sasha Waltz, sobre a beleza e a vulnerabilidade do corpo humano, no Teatro Camões, às 16:00, e no Teatro Municipal de Vila Real, a companhia apresentará, às 18:00, "Contos do Abstracto", de António Cabrita e São Castro, e "Príncipes, Heroínas, Amores Impossíveis e Outras Assombrações", de Catarina Câmara.

Presença regular em Portugal desde 1997, a coreógrafa alemã Sasha Waltz, 55 anos, colabora pela primeira vez com a CNB, com a apresentação desta peça, estreada em 2004.

"Impromptus" tem conceito e coreografia de Sasha Waltz, música de Franz Schubert, cenografia de Thomas Schenk e Sasha Waltz, desenho de luz de Martin Hauk, figurinos de Cristine Birkle, e interpretação de artistas da CNB.

Em Setúbal, no sábado, às 21:30, e no domingo, às 16:00, no Fórum Luísa Todi, será apresentado um espetáculo comemorativo do Dia Mundial da Dança, pela Academia de Dança Contemporânea de Setúbal (ADCS).

Num ano em que a ADCS comemora o 35.º aniversário e no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Dança, a escola de dança setubalense realiza dois espetáculos comemorativos.

O espetáculo de sábado, às 21:30, tem a participação da Pequena Companhia/Little Company da ADCS, que repõe peças do reportório da mesma.

Esse programa inclui um excerto do bailado “Sonetos”, coreografado por Iolanda Rodrigues em 2016, com música original de António Gonçalves, voz de Dora Fidalgo e figurinos de Marina Sacramento.

Integra ainda o programa a peça do Programa Jovens Coreógrafos 2017 “Retro’Expectativa”, de Catarina Correia, e o bailado “Broadway”, coreografado pela norte-americana Kathy Jennings, em 1989, um “clássico” da Academia, tendo sido dançado por várias gerações de alunos.

O espetáculo de domingo, dia 29 de abril, às 16:00, conta com o envolvimento de todos os alunos da ADCS, desde as classes de Iniciação até ao último ano do Curso de Formação de Bailarinos.

Interpretarão “Em Busca da Ilha”, espetáculo direcionado para um público familiar, coreografado por Iolanda Rodrigues, com figurinos e adereços de Marina Sacramento, e vídeo de Patrícia Silva.

Este ano, segundo a Academia, com um novo formato neste evento, a iniciativa, para além das escolas e coletividades que irão participar com os seus bailarinos, o público em geral, de todas as idades, irá ser encorajado a dançar.

O município de Torres Novas também vai comemorar o Dia Mundial da Dança, a partir das 15:00, na praça 5 de Outubro, com a atuação da Escola O Corpo da Dança, com a apresentação de coreografias pelos alunos de dança contemporânea.

Pelas 16:00, será a vez da Sebentaprendiz, com a participação dos alunos do 2.º ano que frequentam as atividades de enriquecimento curricular, sob a direção dos professores de dança e expressão corporal, de se apresentar no castelo de Torres Novas.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.