A feira, que arranca no dia 6 às 15:00 com o teatro de marionetas “Barriga da Baleia” vai ter às 17:00 desse mesmo dia a inauguração da exposição “Heroínas de Histórias Improváveis” com a presença do autor António Jorge Gonçalves.

A Feira do Livro do Porto vai ter como um dos “pontos altos” e “particularmente interessante” o encontro com o músico brasileiro Arnaldo Antunes (dos Titãs e Tribalistas) que abordará o “que se está a passar no Brasil”, destacou hoje em conferência de imprensa o comissário do evento, Nuno Artur Silva. O encontro com a presença do músico está marcado para o dia 15, às 19:00, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett.

No dia 7, o destaque da organização recai sobre a atribuição da Tília de Homenagem ao filósofo e ensaísta Eduardo Lourenço, pelas 17:00, nos Jardins do Palácio de Cristal, seguida às 18:00 pela homenagem ao autor num debate na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, com a escritora Lídia Jorge, o gestor Artur Santos Silva, com moderação do jornalista Carlos Magno.

O painel “Escritores Contemporâneos em Tempos Conturbados”, no dia 8 de setembro, pelas 16:00, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, com os escritores José Eduardo Agualusa, Rui Zink, Isabela Figueiredo e Karina Sainz Borgo (Venezuela) foi outro dos destaques referidos pelo comissário da feira, que vai moderar.

“Qual é o papel político do escritor em tempos conturbados”, “que lugar tem na arte a intervenção” ou ”devemos separa a obra literária da posição política do autor”, são questões que Nuno Artur Silva promete levar ao painel.

A feira, que vai ter como escritor residente o argumentista e escritor Nuno Costa Santos, apresenta também um ciclo de cinema que arranca no dia 8, às 21:30, na Biblioteca Municipal, com o filme “The Devils”, de Ken Russell, que venceu o prémio de melhor realização no Festival de Veneza em 1971, como destacou o programador de cinema do evento, Guilherme Blanc, referindo que o ciclo termina com “A Eternidade e Um Dia”, de Theo Angelopoulos, no dia 22 de setembro.

O orçamento da programação desta edição da Feira do Livro é de 62 mil euros, com um investimento de 88 mil euros para as infraestruturas e 15 mil euros para a animação infantil, acrescentou o presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira.

A programação da Feira do Livro do Porto inclui ainda sessões de lançamentos de livros, leituras, “lições” sobre vários temas e autores (desde “A literatura portuguesa continua no armário?”, por Eduardo Pitta, a “Portugal ontem e hoje no olhar do estrangeiro”, pelo italiano Roberto Francavilla), para além de várias atividades para o público infantil.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.