Com entrada livre, o evento inclui mais de 30 propostas para apreciar no centro da vila e do programa constam desde ‘workshops’ de expressão dramática a performances de teatro-circo, assim como espetáculos de marionetas, música, sessões de ‘showcooking’ e ainda um mercado de escultura, ilustração, pintura e artesanato.

A organização é do Teatro Experimental de Arouca e da autarquia local, cuja vereadora da Cultura, Margarida Belém, defende que a iniciativa resulta do facto de "a arte da representação ter fortes tradições no município, como comprova a dinâmica do movimento associativo local" no que se refere especificamente à dramaturgia.

"O empenho do Teatro Experimental de Arouca na organização do Festival de Artes de Rua alarga essa tradição e essa dinâmica a um conceito artístico inovador, que tem mobilizado muitos territórios e muitas companhias por toda a Europa e que também aqui envolverá certamente a comunidade e os visitantes", declarou à Lusa.

"Este ano, com a internacionalização do festival, damos mais um passo decisivo para a afirmação do evento e para a promoção da nossa oferta cultural de qualidade", acrescentou.

Entre os espetáculos em destaque na programação do Festival de Artes de Rua de Arouca inclui-se "Exploradores da Serra", do Teatro do Montemuro, que recorre a algum humor e ironia para recuperar o teatro popular com vivências concretas da vida na montanha e com isso traçar um paralelismo entre o passado e o presente.

“Attenti quei due", da Compagnia La Fabiola, de Itália, tem como protagonista "um fantoche extremamente sofisticado, animado por um complexo sistema de cordas que lhe permite interagir com o público de uma maneira natural, sem dizer uma palavra".

De Espanha chega "Trás la escoba", o espetáculo de teatro-circo da Compañía Barré que explora "a jornada de trabalho de um varredor de rua, cheio de humor e com o carisma dos filmes mudos". Perante diferentes situações, transforma o caos "num bonito circo, cheio de habilidades fantásticas, vassouras manipulação e acrobacias".

O Teatro Experimental de Arouca, por sua vez, propõe para o seu festival "Filhos da Profissão", que conta a história de "quatro amigos que vivem numa pequena aldeia e sentem que têm de procurar oportunidades na cidade". Três partem à descoberta, um fica para trás a "explorar o que a terra tinha para lhe dar".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.