"A realização do festival no contexto adverso que atravessamos procura corresponder às expectativas do público e dos jovens músicos, criando condições para continuar a dar visibilidade ao trabalho de quem não quis deixar de comparecer", afirma o diretor do festival, Luís Tinoco, na página oficial.

A 10.ª edição do Festival Jovens Músicos contará com a transmissão online de concertos de edições anteriores e a realização de algumas atuações ao vivo, com público e com exibição em streaming e em direto na rádio Antena 2.

A primeira dessas atuações ao vivo acontece hoje no grande auditório da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, com o Ensemble Mediterrain, dirigido por Bruno Borralhinho e com a soprano Eduarda Melo.

Na quarta-feira, haverá concerto no auditório do Solar da Música Nova, em Loulé, com o quarteto do saxofonista Tomás Marques, e na quinta-feira, novamente na Gulbenkian, atua o DSCH Shostakovich Ensemble, dirigido pelo pianista Filipe Pinto-Ribeiro.

Na sexta-feira, na Igreja da Misericórdia, em Loulé, apresenta-se o Quarteto Tejo.

No sábado, o festival termina com a Orquestra Gulbenkian, em Lisboa, sob a direção de José Eduardo Gomes, com a interpretação, em estreia, da obra "Point of Departure", do compositor Jorge Ramos, que venceu o Prémio de Composição SPA/Antena 2.

Toda a programação dos concertos, em particular a transmissão de concerto com intérpretes laureados em anos anteriores do Prémio Jovens Músicos, está disponível na página oficial da rádio Antena 2.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.