É com os ritmos latinos das catalãs Maruja Limón que arranca o festival, numa noite que prossegue com a fusão de afrobeat, baile funk, dub e hip hop da brasileira Da Cruz e com o cruzamento de electroswing, balkan e disco de Muyayo Rif, encerrando com a atuação do DJ Wise Guy.

A grande confirmação do cartaz de 2019 surge no segundo dia, com Ornatos Violeta, que comemoram os 20 anos do disco “O Monstro Precisa de Amigos”, depois de a açoriana Maria Bettencourt ter subido ao palco onde se estreou, com apenas 10 anos, quando se juntou à banda do seu tio, Nuno Bettencourt, guitarrista dos Extreme, e a que regressa agora com o seu primeiro álbum a solo.

Ainda na sexta-feira, há espaço para os ritmos latino-americanos trazidos pelos espanhóis Eskorzo e para o DJ ‘set’ dos Irmãos Makossa.

Da ilha da Reunião chega a música eletrónica de Morgane Ji, que atua antes do concerto de Selma Uamusse e de The O’Reillys & the Paddyhats e da atuação de Club Banditz, que encerra o festival.

Durante as tardes dos três dias de festival, há ainda teatro e ‘jam sessions’ de músicos locais no Palco Palheiro, uma novidade deste ano, que traz animação à marginal da Praia Formosa, bem como as habituais atividades, que incluem voleibol de praia, zumba e passeios pedestres.

Será, ainda, exibido o documentário comemorativo dos 35 anos do festival português que conta mais edições, produzido pela Cão de Fila.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.