A Holanda foi a grande vencedora da 64ª edição do Festival Eurovisão da Canção, que se realizou em Tel Aviv, em Israel. Duncan Laurence era o grande favorito nas casas de apostas online e conseguiu conquistar o público e o júri com o tema "Arcade".

A Holanda, que venceu pela última vez há 44 anos, foi o país que obteve maior pontuação (492 pontos), atribuída pelos espectadores de cada país e pelos júris nacionais dos 41 países que participaram na edição deste ano, embora apenas 26 canções tenham competido na final.

A final da 64.ª edição do Festival Eurovisão da Canção decorreu hoje à noite em Telavive e foi transmitida em direto em todo o mundo.

A Holanda ocupava, desde 7 de março, o primeiro lugar de um ranking dos 41 países concorrentes, cuja classificação é definida pela média de várias casas de apostas, calculada pelo ‘site’ eurovisionworld.com, especializado no concurso.

O Reino Unido, com "Bigger Than Us”, de Michael Rice, ficou no último lugar.

EUROVIS

O primeiro país a votar foi Portugal - como manda a tradição, o primeiro júri profissional a revelar os votos é o do país que recebeu o festival no ano anterior. Inês Lopes Gonçalves, com uma t-shirt de Conan Osíris, foi a porta-voz portuguesa.

Portugal entregou os 12 pontos, a maior pontuação, à Holanda, que este ano concorreu com o tema  "Arcade", interpretado por Duncan Laurence.

Veja a votação do júri nacional:

No final da votação do júri profissional, a Suécia liderava o top com 239 pontos. Em último lugar ficou Espanha com apenas sete pontos. O voto do público foi decisivo para escolher o vencedor da edição de 2019 do Festival Eurovisão da Canção.

Na votação do público, a Noruega conquistou 291 votos, sendo uma das surpresas da noite.

A final do Festival Eurovisão da Canção decorreu este sábado, dia 18 de maio, e contou com 26 participantes. Grécia, Bieolorrúsia, Sérvia, Chipre, Estónia, República Checa, Austrália, Islândia, São Marino e Eslovénia foram os primeiros a garantir um lugar na final. Conan Osíris, com o tema "Telemóveis", não conseguiu conquistar a Europa, falhando o apuramento para a final do concurso.

Veja um resumo da final:

Já Macedónia do Norte, Holanda, Albânia, Suécia, Rússia, Azerbaijão, Dinamarca, Noruega, Suíça e Malta garantiram uma viagem até à final esta quinta-feira, dia 18 de maio.

Além dos 20 países escolhidos nas duas semifinais, a final do Festival Eurovisão da Canção vai contar ainda com a participação dos  ‘Cinco Grandes’ (França, Alemanha, Itália, Espanha e Reino Unido) e do país anfitrião (Israel).

A final arrancou com uma viagem de avião, com Netta, a vencedora de 2018, aos comandos - sempre com supervisão de Jon Ola Sand. Depois da contagem decrescente, a artista aterrou no palco da final do Festival Eurovisão da Canção para dizer 'olá' aos espectadores.

Depois das boas vindas, os concorrentes desfilaram pelo palco. Durante a apresentação de todos os concorrentes, Dana International subiu ao centro da arena para recordar o tema "Diva", que venceu o festival em 1998, e fez-se acompanhar por dezenas de hospedeiras de bordo.

Durante a 'flag parade', Ilanit, a primeira artista a representar Israel no concurso, também subiu ao palco para recordar "Ey Sham". Nadav Guedj (2015) também participou na viagem no tempo.

No final do desfile das bandeiras, os quatro apresentadores - Bar Refaeli, Assi Azar, Erez Tal e Lucy Ayoub- relembraram que o Festival Eurovisão da Canção é o mais antigo concurso de televisão do mundo e um dos programas mais vistos do pequeno ecrã. Os anfitriões da noite agradeceram ainda a Netta pela vitória em Lisboa, em 2018.

Do futuro ao passado com Madonna

Além das atuações, a final do Festival Eurovisão da Canção contou com atuações de artistas convidados. Madonna foi uma das grandes estrelas da noite, roubando algum protagonismo aos concorrentes.

No palco, a artista fez uma viagem entre o futuro e o passado - Madonna apresentou o seu novo single, "Future", que conta com a participação de Quavo, um dos integrantes do grupo Migos, e recordou "Like a Prayer".

Veja a atuação:

A atuação de Madonna arrancou ao som de sinos de igreja e com um coro numas escadas instaladas no coração do palco. No início de "Like a Prayer", a 'rainha da pop' subiu a palco com um véu preto e com uma pala no olho.

Depois da viagem ao passado, a artista norte-americana apresentou pela primeira vez ao vivo o tema "Future", lançado esta sexta-feira, dia 17. A atuação contou ainda com a participação de Quavo.

No final, dois dos bailarinos surgiram abraços em palco com a bandeira da Palestina e outra de Israel.

Antes de subir a palco, Madonna esteve na green room para conhecer os 26 concorrentes. O apresentador apresentou a 'rainha pop' como sendo a futura esposa. "Tens de me pedir primeiro em casamento", respondeu a artista.

A artista deixou ainda uma mensagem aos concorrentes. "Aqui somos todos vencedores", frisou Madonna. "Está aqui gente de todo o mundo e já visitei a alguns desses países... e o que junta todos estes países é a música (...) A música tem poder de juntar todos", acrescentou.

Quavo também marcou presença na final e frisou que trabalhar com Madonna é sempre um privilégio. 

As negociações para a atuação da artista não foram simples e, segundo os rumores, a 'rainha da pop' terá cobrado mais de um milhão de dólares para marcar presença no festival.

No início da semana, cantora norte-americana Madonna rejeitou os apelos para boicotar o Festival Eurovisão da Canção, onde irá atuar no sábado, na final, em Telavive, afirmando que “nunca deixará de tocar música para servir a agenda política de alguém”.

A afirmação da cantora, atualmente a residir em Lisboa, foi feita através de um comunicado citado pela agência Associated Press. Madonna afirmou que o seu coração “parte-se” de cada vez que ouve falar “nas vidas inocentes que se perdem nesta região” e “na violência que é tantas vezes perpetuada para servir os objetivos políticos de pessoas que beneficiam deste conflito antigo [entre israelitas e palestinianos]”.

Para além de Madonna, Conchita Wurst, Mans Zelmerlöw, Eleni Foureira, Verka Serduchka e Gali Atari também subiram ao palco na grande final do Festival Eurovisão da Canção.

Conchita Wurst interpretou "Heroes", tema com que Mans Zelmerlöw venceu o festival da Eurovisão em 2015.

Já Mans Zelmerlöw recordou "Fuego", tema que quase deu a vitória a Eleni Foureira (Chipre) na edição de 2018.

Na final, Eleni Foureira animou a arena com o tema "Dancing Lasha Tumbai", de Verka Serduchka.

Já a artista representou a Ucrânia no Festival Eurovisão da Canção 2007 cantou "Toy", de Netta.

Gali Atari, acompanhada por Conchita Wurst, Mans Zelmerlöw, Eleni Foureira e Verka Serduchka, recordou ainda o tema "Hallelujah".

VEJA AS ATUAÇÕES

Malta | Michela  - "Chameleon"

"Chameleon" foi a primeira canção a ser ouvida na final do Festival Eurovisão da Canção - Michela, a representante de "Malta" abriU o desfile de atuações. Por 15 vezes, o concurso já foi vencido por canções com apenas uma palavra no título.

Albânia | Jonida Maliqi - "Ktheju tokës"

Jonida Maliqi, com o tema “Ktheju tokës”, será a segunda a atuar - o segundo lugar de atuação é considerado 'amaldiçoado' por nunca ter dado uma vitória.

República Checa | Lake Malawi - "Friend of a Friend"

O trio Lake Malawi soma milhares de fãs na República Checa e esperam conquistar novos públicos com a participação no festival. Com "Friend of a Friend", a banda garantiu uma lugar na final.

Alemanha | S!sters - "Sister"

As S!sters representaram este ano a Alemanha, que faz parte dos 'Cinco Grandes'. A dupla apresentou o tema "Sister" no palco do festival, mas não são irmãs.

Rússia | Sergey Lazarev - "Scream"

A Rússia quer voltar a vencer o festival e voltou a apostar em Sergey Lazarev, que conquistou o segundo lugar no concurso em 2016. Nas casas de apostas online, a balada "Scream" esteve sempre entre as favoritas.

Dinamarca | Leonora - "Love Is Forever"

Patinadora artística, Leonora foi a escolhida para representar a Dinamarca. Sentada em cima de uma cadeira gigante, a artista apresentou o tema "Love Is Forever" e deixou o público da arena derretido com a doçura da letra.

São Marino | Serhat - "Say Na Na Na"

A passagem de São Marino à final foi uma das surpresas da primeira semifinal. Serhat com o tema "Say Na Na Na" animou o público e deixou as milhares de pessoas que encheram a arena a cantar "na na na".

Macedónia do Norte | Tamara Todevska - "Proud"

Tamara Todevska, representante da Macedónia do Norte, conquistou um lugar na final com "Proud". A artista já participou várias vezes na Eurovisão, mas esta é a primeira vez que o faz a solo e em nome próprio.

Suécia | John Lundvik - "Too Late For Love"

Este ano, a Suécia escolheu John Lundvik para tentar somar mais uma vitória no Festival Eurovisão da Canção. O tema "Too Late For Love" mereceu muitos aplausos na arena onde decorreu a final do concurso.

Eslovênia | Zala Kralj & Gašper Šantl - "Sebi"

"Sebi", que significa ser verdadeiro, foi o tema defendido por Zala Kralj e Gašper Šantl, os escolhidos para representar a Eslovênia.

Chipre | Tamta - "Replay"

O Chipre nunca venceu o Festival Eurovisão da Canção. Depois do sucesso de Eleni Foureira, em 2018, Tamta tentou levar o troféu do concurso com o tema "Replay".

Holanda | Duncan Laurence - "Arcade"

Duncan Laurence deu nas vistas na versão holandesa do "The Voice". "Arcade" foi o tema que representou a Holanda no festival da Eurovisão, em Israel.

Grécia | Katerine Duska - "Better Love"

Katerine Duska foi a escolhida para defender as cores da Grécia no festival. Acompanhada por um grupo de bailarinos, a artista apresentou o tema "Better Love".

Israel | Kobi Marimi - "Home"

Depois de Netta, Kobi Marimi foi o escolhido para representar Israel. "Home" foi a aposta do país anfitrião, uma tema completamente diferente de "Toy".

Noruega | KEiiNO  - "Spirit In The Sky"

Diretamente da Noruega para Israel, os KEiiNO conquistaram a arena com o tema "Spirit In The Sky".

Reino Unido | Michael Rice - "Bigger Than Us"

"Bigger Than Us", tema assinado por John Lundvik, cantor que representa este ano a Suécia, foi a aposta do Reino Unido, um dos 'Cinco Grandes'. O músico Michael Rice foi o escolhido para viajar até Israel.

Islândia | Hatari - "Hatrið mun sigra"

A Islândia apresentou uma das atuações mais marcantes da noite. No palco da Eurovisão, os  Hatari apresentaram um tema punk, "Hatrið mun sigra".

Estónia | Victor Crone - "Storm"

O sueco Victor Crone conquistou a Estónia com o tema "Storm" e conseguiu um lugar na final do Festival Eurovisão da Canção, em Israel.

Bielorrússia | ZENA - "Like It"

A atriz, apresentadora e cantora Zena trouxe "Like It" até ao palco da Eurovisão. A passagem da Bielorrússia à final foi uma das maiores surpresas da edição deste ano do concurso de música.

Azerbaijão | Chingiz - "Truth"

Nascida na Rússia, Chingiz foi a escolhida para representar o Azerbaijão em Israel. O tema "Truth" conquistou os fãs do Festival Eurovisão da Canção, depois do país ter falhado o apuramento para a final na edição de 2018, em Lisboa.

França | Bilal Hassani - "Roi"

França também faz parte dos 'Cinco Grandes', países que têm acesso direto à final. Depois dos Madame Monsieur, Bilal Hassani foi o escolhido para representar os franceses em Israel. O tema "Roi" mereceu vários elogios dos fãs.

Itália | Mahmood - "Soldi"

Depois de conquistar os italianos com os seus discos, Mahmood decidiu arriscar-se no Festival Eurovisão da Canção. Com "Soldi", o músico animou a Expo Tel Aviv.

Sérvia | Nevena Božović - "Kruna"

Na primeira semifinal, Nevena Božović, da Sérvia, conquistou um lugar na final com "Kruna". Na arena, o tema foi um dos menos aplaudidos da noite.

Suíça | Luca Hänni - "She Got Me"

"She Got Me" foi a 24ª canção a ser apresentada na final do Festival da Eurovisão. Luca Hänni, da Suíça, foi um dos grandes favoritos da edição de 2019 do concurso e foi recebido com entusiasmo no palco.

Austrália | Kate Miller-Heidke - "Zero Gravity"

Kate Miller-Heidke, da Austrália, trouxe "Zero Gravity" ao palco da Eurovisão. A atuação da artista foi considerada a melhor da edição deste ano do concurso.

Espanha  Miki - "La Venda"

Miki, de 23, foi o escolhido na "Operação Triunfo" para representar Espanha em Israel. "La Venda" foi o último tema a ser apresentado na Expo Tel Aviv.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.