Em entrevista ao Henley Standard, James Blunt confessou que a pandemia da COVID-19 foi uma "bênção disfarçada" para a sua carreira. O músico tinha agendada uma digressão mundial para 2020, sendo obrigado a remarcar ou cancelar os concertos.

"Deveria ter estado em digressão durante um ano e fui mandado para casa. Para mim foi bom, porque nunca tinha passado tempo em casa com a minha família", frisou o artista.

"Tinha prometido que ia tirar um ano de folga da música, mas estava a mentir, provavelmente. Pelo que isto é muito bom - passar tempo em casa, fazer coisas que os adultos fazem, que as famílias fazem. Para mim foi uma bênção disfarçada", rematou.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.