"Harry Potter e a Câmara dos Segredos", o segundo filme baseado na saga de J.K. Rowling, vai ser apresentado pela primeira vez em Portugal em formato de filme com concerto ao vivo. O espetáculo está marcado para o dia 3 de fevereiro no MEO Arena, em Lisboa.

Tal como aconteceu em maio com "Harry Potter e a Pedra Filosofal", no palco, mais de 80 músicos da Orquestra Filarmónica das Beiras vão interpretar a banda sonora do segundo filme, composta pelo norte-americano John Williams. A música será acompanhada pela projeção do primeiro filme sobre Harry Potter num ecrã com 12 metros.

No ano passado, a CineConcerts e a Warner Bros. Consumer Products anunciaram  a série de filmes-concerto de "Harry Potter". Para Justin Freer, presidente da CineConcerts e produtor/maestro do espetáculo, “o filme-concerto Harry Potter é um daqueles fenómenos culturais que surgem uma vez na vida, e que continua a deslumbrar milhões de fãs em todo o mundo".

"É com enorme prazer que apresentamos, pela primeira vez, a oportunidade de viver a experiência de assistir ao vivo à interpretação das premiadas bandas sonoras por uma orquestra sinfónica, enquanto o aclamado filme é projectado num grande ecrã. Vai ser um evento inesquecível", frisa o maestro.

Os bilhetes para o filme-concerto de "Harry Potter" já encontram à venda.

O primeiro filme-concerto de "Harry Potter" em Portugal

Bruno Moreira contou-se entre os fãs que não quiseram perder a oportunidade de ver o filme-concerto, em maio. "O universo Harry Potter foi o que me fez começar a ler. Depois do primeiro livro, devorei todos os outros até que tive de esperar pela meia noite para comprar o seguinte e por aí, sempre com o mesmo entusiasmo. Os filmes não podiam falhar no cinema e ai de quem me fizesse spoiler do quer que fosse", relembrou ao SAPO Mag no final do espetáculo no MEO Arena.

Para Bruno, "a música do universo Harry Potter tem um impacto contagiante". "Sentir um pavilhão cheio para ouvir essas notas tocadas por tantos músicos apaixonados é mágico. Acho esta iniciativa uma merecida homenagem o à banda sonora de uma geração", defende, acrescentando que irá andar "semanas a cantarolar as mesmas notas".

"A maior surpresa do concerto de hoje foi a quantidade de pessoas que fizeram silêncio para em conjunto entrarem no 'seu' universo mágico. Foram também as palmas de entusiasmo e os 'gritos' de gratidão no momento de agradecer aos músicos", sublinha Bruno Moreira em conversa com o SAPO Mag.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.