Este primeiro solo da bailarina e coreógrafa Betty Tchomanga é inspirado na Mami Wata (Mamã Água), uma espécie de sereia que surge em várias culturas africanas.

Esta figura mítica “provoca medo, fascínio e admiração, sendo vista por estas culturas como monstruosa, pelo seu físico e também pela sua capacidade sedutora, entendida como desviante das normas e dos valores tradicionais”, segundo a sinopse da obra.

A criação e performance são de Betty Tchomanga, que irá apresentar três espetáculos no teatro, na sexta-feira e no domingo, às 19h30, e no sábado às 18h00.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.