O grupo britânico Massive Attack vai atuar dia 15 de julho, no festival Super Bock Super Rock (SBSR), em Lisboa, acompanhado pelo trio escocês Young Fathers.

Os Massive Attack têm uma antiga relação com os palcos portugueses e regressam agora ao mesmo festival onde atuaram em 1996, 2004 e 2014. O grupo embarca numa nova digressão no ano em que já editou o EP "Ritual Spirit" e prevê a edição de outro, antes de lançar um novo álbum, no final de 2016.

A 22.ª edição do SBSR está marcada para os dias 14, 15 e 16 de julho, em vários espaços do Parque das Nações, estando já confirmadas as atuações de nomes como Kendrick Lamar, The National, Kurt Vile, Block Party e Disclosure.

Os Massive Attack surgiram em 1988, em Bristol, associados, na altura, a um movimento recente na música intitulado trip hop. Do grupo faziam parte Robert Del Naja, Grant Marshall e Andy Vowles, embora só os dois primeiros permanecessem até à atualidade.

Quase a completarem trinta anos, os Massive Attack publicaram o último álbum, "Heligoland", em 2010, seguindo-se, em 2011, um registo de edição limitada, com o produtor Burial.

Em janeiro, lançaram o EP "Ritual Spirit", produzido por Robert Del Naja, que conta com as participações de Tricky, Roots Manuva, Azekel e Young Fathers, estando prevista a edição de um outro EP, com canções escritas por Grand Marshall.

Ao longo da carreira, os Massive Attack quase sempre manifestaram, pela música, uma posição de ativismo e opinião em relação ao tempo em que vivem, alertando para a globalização ou para as alterações climáticas, questionado sobre privacidade e liberdade perante a Internet e a tecnologia.

Em dezembro, quando a Organização das Nações Unidas organizou em Paris uma conferência internacional sobre alterações climáticas, os Massive Attack lançaram um curto filme, "La fête est finie", sobre as empresas petrolíferas.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.