Sobre o recital lê-se no programa: “Duas épocas, dois compositores, duas grandes obras. Mais de trezentos e cinquenta anos separam a Facultad organica de Francisco Correa de Arauxo (1626) e a os Tangos eclesiasticos de Guy Bovet (2000), no entanto, ambas as obras foram concebidas tendo em vista o órgão do ‘siglo de oro’ espanhol”.

Em nota enviada à agência Lusa, a organização realça que “no panorama nacional, a ESMÇ oferece o único curso concebido com vista à formação completa do organista”, referindo que esta escola “veio a absorver” a partir de 1983, a componente de nível superior do curso de órgão ministrado no Instituto Gregoriano de Lisboa, que “esteve durante décadas a cargo de Antoine Sibertin-Blanc (1930-2012), figura que marcou várias gerações de organistas portugueses”.

No sábado tocam os alunos Daniel Sousa, Maria Moura, Frederico Costa, e Maria João Abreu.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.