João Simão da Silva tem dois amores: uma loira, outra morena; uma Anita, uma Joana e um maravilhoso coração.  Claro que falamos de Marco Paulo que comemora hoje, dia 21 de janeiro, 70 anos. 

Marco Paulo

Antes de avançarmos, parabéns, Marco Paulo! E sim, pode ser bolo de chocolate- nós gostamos e os caros leitores também gostam, certamente. (Ps. Estamos aí às 21h00)

Agora que está despachado o mais importante, vamos conversar sobre o Stevie Wonder português - sim, sim, (não cantem Diapasão!) o Marco Paulo vê bem...ouvir é que já não sabemos. Temos de estar eternamente gratos ao cantor por ter feito a versão portuguesa de "I Just Called to Say I Love You" ("Só falei para dizer que te amo"). É que ninguém tem dinheiro para mandar cantar um cego e, graças a Marco Paulo, é possível ouvir um sucesso da música mundial numa festa da paróquia.

Porém, quando pensamos em Marco Paulo, uma das primeiras músicas que nos vem à memória é "Eu tenho dois amores". Uma letra magnífica, atual e que poderia ser a banda sonora para o trio Passos Coelho,  Maria Luís Albuquerque e Paulo Portas (enquanto pensam nas eleições)- "Que este encanto não se acabe/E eu já pensei tanta vez/ Pois enquanto ninguém sabe/ Somos felizes os três".

"Eu tenho dois amores", a música que menos gosta de cantar, vendeu mais de 200 mil cópias em 1980. Quatro anos depois chegou um novo sucesso "Morena Morenita", que valeu um Disco de Ouro a Marco Paulo - em apenas uma semana.

O sucesso de “Morena, oh Morenita/ Cada dia tu estás/ Sempre mais bonita” ainda hoje inspira cantores por todo o mundo. Em 2005 , os Los Hermanos lançam o quarto disco e “Morena” foi um dos singles; em 2007, a banda Scracho lançou o seu primeiro álbum que fechava com “Morena”. Por Portugal, a moda da “morena” só voltou 30 anos depois do sucesso de Marco Paulo pela voz de Tiago Bettencourt; e, mais recentemente, os Aurora (Factor-X) também decidiram ir na onda e lançaram a “Moda da Morena”.

Depois do amor impossível com Joana, em 1991 chega "Taras e Manias" que vendeu mais de 160 mil discos. A letra é o expoente máximo da poesia portuguesa- como Maria Cavaco Silva é grande apreciadora de poesia, imaginamos que Cavaco Silva lhe sussurre ao ouvido a música.

"Maravilhoso Coração" e "Nossa Senhora" (a irmã Lúcia adorava), músicas menos malandras, são também dois dos êxitos do cantor de Mourão.  Já dizia Arthur Schopenhauer que "a música exprime a mais alta filosofia numa linguagem que a razão não compreende" - referia-se a estas músicas, sem dúvidas.

Agora, falando semioticamente, os caracóis são o símbolo mais marcante de Marco Paulo. Mas, o baloiçar do microfone entre as mãos também é uma característica vincada - aliás, é uma habilidade que todos queremos fazer na perfeição nas noites de karaoke ou sempre que temos um microfone na mão.

A par de Amália Rodrigues, Marco Paulo é o campeão de vendas da história da indústria fonográfica portuguesa - já vendeu mais de quatro milhões e meio de discos - e não, Marco Paulo não comprou os seus próprios discos com dinheiro emprestado por Carlos Santos Silva.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.