Marcelo Rebelo de Sousa teve este gesto no final da cerimónia de entrega do Prémio Personalidade do Ano 2017 a Luísa e Salvador Sobral pela Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal (AIEP), na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

O chefe de Estado referiu-se à vitória da canção "Amar pelos dois", composta por Luísa Sobral e interpretada pelo seu irmão, Salvador Sobral, na final do festival da Eurovisão, em 13 de maio do ano passado, como um "êxito singular" que não poderia deixar de merecer uma distinção.

"A quase um ano do momento vivido, existe já o distanciamento que faltava no turbilhão de factos e sentimentos então dominantes", considerou o Presidente da República, acrescentando: "Este é o instante adequado para anunciar a condecoração com a Ordem do Mérito, atribuída em nome de Portugal".

A Ordem do Mérito distingue "atos ou serviços meritórios praticados no exercício de quaisquer funções, públicas ou privadas, que revelem abnegação em favor da coletividade".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.