Em entrevista à TV, Rui Rio afirmou que não teria ido ao espetáculo do humorista Bruno Nogueira - mesmo se fosse no Porto - e que juntou no Campo Pequeno, em Lisboa, cerca de 2000 pessoas em cada dia, entre elas o primeiro-ministro e o Presidente da República.

"Nada contra o Bruno Nogueira, mas sinceramente não. Vi fotografias do Campo Pequeno e da Casa da Música [no Porto] e aí havia uma separação completamente diferente, aí sentia-me tentado a ir", defendeu.

Questionado se foi um mau exemplo dado por António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa, Rio considerou que "confunde as pessoas", que já atingiram um ponto de saturação com as limitações impostas pela pandemia.

"O que aconteceu no Campo Pequeno não faz sentido nenhum, não há coerência", disse.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.