"Cuidar com Palavras" vai levar poesia ao hospital universitário de Lisboa Norte, numa sessão dirigida a profissionais de saúde, com o psiquiatra e também escritor Daniel Sampaio e a cientista Maria Manuel Mota, que vão falar da atualidade, da noção de cuidar e da importância da associação de dois universos como os da ciência e das artes.

De acordo com o teatro nacional, os atores António Fonseca, Beatriz Maia, Cirila Bossuet, Isabel Abreu, Ivo Canelas, João Grosso, José Pedro Gomes, Marco Mendonça, Maria João Luís e Sara Barros Leitão são alguns dos que irão dizer poetas como Ana Luísa Amaral, Jorge Sousa Braga ou Manuel Resende, numa homenagem aos profissionais de saúde.

"D. Maria II sai à rua", a nova iniciativa do Nacional do Rossio, em Lisboa, inclui também espetáculos "fora de portas", já anunciados, na Academia Almadense, no âmbito do 37.º Festival de Almada, e no Palácio Nacional da Ajuda, integrado no Festival ao Largo, onde serão representadas, respetivamente, as peças "By Heart" e "Sopro", de Tiago Rodrigues, diretor artístico do teatro.

"By Heart", a peça com que o D. Maria II reabre ao público, este fim de semana, com duas récitas na Sala Garrett, estará em cena em Almada nos dias 4, 5, 11 e 12 de julho.

A receita de bilheteira das duas representações em Lisboa, no sábado e domingo, reverterá para o Fundo Solidário de Apoio aos Profissionais da Cultura, da cooperativa GDA - Gestão de Direitos dos Artista e da Audiogest, entidade de Gestão de Direitos dos Produtores Fonográficos em Portugal, com as parcerias da GEDIPE, que representa produtores de cinema e audiovisual, e da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

"Sopro", que coloca em palco Cristina Vidal, 'ponto' do D. Maria II há mais de 25 anos, estará no Pátio do Palácio Nacional da Ajuda, em 12 de julho.

Estreado no Festival de Avignon em 2017, "Sopro" manteve uma digressão internacional e passou por cidades como Paris, São Petersburgo, Marselha, Viena e Zagreb, tendo esgotado muitas delas.

A reabertura das salas de espetáculos, em Portugal, é possível desde 1 de junho, depois de quase três meses de confinamento.

Inicialmente, o D. Maria II disse que só recomeçaria os espetáculos em setembro, embora já tivesse aberto o edifício e começado a trabalhar os espetáculos que ficaram adiados, com a suspensão das atividades, em março.

No início do mês, porém, o teatro decidiu antecipar a programação artística durante este fim de semana. E enquanto desenvolve a programação "fora de portas", ensais novas produções, durante o verão, para a abertura da temporada em setembro.

No dia 28 de junho, será apresentada online a Temporada 2020/2021, do Teatro Nacional D. Maria II, que se inicia em setembro, segundo a sua Divisão de Comunicação.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.