O Channel 4 confirmou que o conde Charles Spencer, irmão de Diana, entrou em contato com a emissora mas o canal sublinhou que exibirá o documentário, como previsto, no próximo domingo.

O documentário "Diana: In her own words" foi feito a partir de imagens gravadas entre 1992 e 1993 por Peter Settelen, professor de dicção da princesa falecida no dia 31 de agosto de 1997 em um acidente de carro em Paris.

A produção foi exibida em 2004 pelo canal americano NBC após uma longa batalha judicial, mas ainda não foi exibido pela televisão britânica, ainda que seja possível assistir ao filme em plataformas como o YouTube.

Com a aproximação do 20º aniversário da morte de Diana, a imprensa britânica luta para conquistar a atenção dos leitores com grandes manchetes sobre as "revelações" do documentário.

No filme, a princesa conta, entre outras coisas, que pensou em fugir do Palácio de Buckingham nos anos 80 com o seu guarda-costas Barry Mannakee, por quem se apaixonou e que morreu num acidente de mota em 1987.

Numa passagem do documentário, a princesa sugere que o segurança pode ter sido "eliminado".

O Channel 4 insiste na exibição do documentário devido à sua dimensão histórica.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.