O alerta surge em comunicado, no qual a GNR esclarece que, no sábado, uma página não oficial desta força de segurança lançou, através das redes sociais, “alguns conselhos e advertências aos pais” relativos à série ‘Squid Game’, que retrata jogos infantis e é um fenómeno de audiências e popularidade, sobretudo entre os mais novos.

“A página em causa não é da responsabilidade da Guarda nem pertence a nenhum canal de comunicação oficial da Guarda, pelo que foram encetadas diligências para que a mesma fosse desativada, o que já se verificou. Não obstante, a Guarda está muito atenta a este fenómeno, até pela presença ativa na comunidade escolar, junto de crianças e jovens”, refere a GNR.

“Ao longo das diversas ações de sensibilização que fazemos junto da comunidade escolar iremos continuar a reforçar os conselhos e os perigos que a violência transmite às crianças e aos jovens e a importância da sua monitorização”, acrescenta esta força de segurança.

Vários países europeus, como a Bélgica, o Reino Unido ou a Espanha, já lançaram alertas relativamente ao aumento de violência nos recreios das escolas, devido à imitação de algumas cenas da série sul-coreana, disponível na plataforma Netflix e que não é indicada para menores de 16 anos.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.