«O grupo de pessoas que fala chinês é provavelmente quatro vezes maior que o das pessoas que falam inglês», explicou o realizador, que participará em Taiwan na cerimónia dos Golden Horse Film Awards. A 50ª edição do prestigiado prémio cinematográfico, equivalente ao Óscar do cinema chinês, acontecerá a 23 de novembro, em Taipé.

«Acho que em dez anos talvez nosso mercado seja maior do que o mercado de Hollywood. As coisas acontecem naturalmente», afirmou Lee, nascido em Taiwan, que será o presidente do júri este ano.

Os analistas da indústria prevêem que a China - que arrecadou cerca de 2,8 mil milhões em receitas de bilheteira no ano passado, comparados com os 10,8 mil milhões norte-americanos - deverá dominar o mercado cinematográfico por volta de 2020.

Ang Lee conquistou o Óscar de Melhor Realizador pelos filmes
«O Segredo de Brokeback Mountain» e
«A Vida de Pi».

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.