Hugh Jackman confirmou que esteve para entrar em "Cats", a adaptação do musical de Andrew Lloyd Webber ao cinema que se revelou um desastre no final de 2019.

Ao The Daily Beast, indicou que conversou com o realizador Tom Hooper sobre vários papéis que podia desempenhar e chegaram a existir duas opções "baseadas no tempo e disponibilidade", mas teve que recusar porque não tinha a agenda livre.

Tudo porque já tinha trabalhado com o realizador noutro musical, "Os Miseráveis" (2012), que lhe valeu a primeira nomeação para os Óscares.

Alvo de escárnio quase universal pela estética visual que transformou em felinos atores como Jennifer Hudson, Idris Elba, Judi Dench, Rebel Wilson, Ian McKellen e James Corden, além da cantora Taylor Swift, "Cats" acabou por se tornar um gigantesco "flop" de bilheteira e considerado o Pior Filme de 2019 pelos Golden Raspberry Awards, popularmente conhecidos como Razzies ou os "Óscares dos piores".

Como é ver "Cats" com uma "alta pedrada"? Seth Rogen relata experiência em "direto"
Como é ver "Cats" com uma "alta pedrada"? Seth Rogen relata experiência em "direto"
Ver artigo

Para agravar a humilhação para o realizador que ficou famoso com "O Discurso do Rei", até acabou ridicularizado dentro de Hollywood: James Corden e Rebel Wilson gozaram na cerimónia dos Óscares com o fracasso vestidos a rigor como as suas personagens, dizendo que "ninguém mais do que nós percebe a importância de bons efeitos visuais"; e Seth Rogen partilhou nas redes sociais as reacções de ver o filme "pedrado" durante a quarentena.

Apesar disso, Hugh Jackman recusou diplomaticamente responder quando lhe perguntaram se tinha tomado uma boa decisão: "Estou no [mundo do] teatro e não quero estar no negócio de bater nas pessoas... ou de me juntar à moda. Não o vi e o Tom Hooper é um dos grandes cineastas que temos".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.