A primeira edição da Conferência em Direito do Cinema e Audiovisual anunciada para março em Espinho pela equipa que dirige o festival FEST - Novos Realizadores Novo Cinema foi hoje adiada "para setembro ou outubro" devido à epidemia do coronavírus.

Segundo revelou à Lusa Filipe Pereira, diretor do encontro inicialmente marcado para os dias 21 e 22 de março, estavam já confirmados na conferência "mais de 60 participantes de diversos países", mas a organização decidiu adiar o evento atendendo aos receios generalizados de disseminação.

Com coordenação do britânico Kami Naghdi, diretor do departamento legal de Cinema e Televisão do gabinete de advogados Clintons, a conferência propunha-se dar resposta a um "apelo recorrente dos profissionais do setor", que solicitavam à direção do FEST mais formação especializada em questões legais envolvendo diferentes aspetos da produção cinematográfica, televisiva e audiovisual, para fazer face à "rápida evolução social e tecnológica" da indústria.

"Mesmo quando os profissionais do setor sabem como as coisas se devem processar no seu território, isso já não acontece quando há acordos de coprodução envolvendo vários países. Direitos de conteúdo, adaptação de argumentos e exibição em plataformas de streaming são algumas das questões que queremos abordar porque atualmente não estão a ser discutidas e têm uma importância decisiva na indústria", defendeu Filipe Pereira.

Mais informações sobre o COVID-19.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.