"O Predador" é um dos melhores filmes da carreira de Arnold Schwarzenegger. E Jean-Claude Van Damme poderia dizer o mesmo se não tivesse sido despedido logo no início da rodagem.

As versões sobre o que aconteceu divergem e a mais bizarra aponta para a teoria de um extraterrestre especialista em artes marciais.

The Hollywood Reporter falou com vários participantes no icónico filme a propósito dos 30 anos da estreia nos cinemas e todos deram uma história diferente, sendo a mais "normal" a do produtor John Davis, que defende que o belga foi despedido quando o estúdio se apercebeu que o extraterrestre não podia ser tão baixo: Kevin Peter Hall, a escolha final, tinha dois metros e 13.

Já a responsável pelo casting recorda-se que o ator fazia tudo para chamar as atenções, descrevendo-o como um "zé-ninguém" que "constantemente vinha ao meu escritório, saltava no ar, mostrando-me as suas técnicas, suplicando por trabalho". Ela acrescenta que "se queixava constantemente e despediram-no".

Para o ator Bill Duke, a razão é que estava sempre a desmaiar dentro do fato do Predador por causa da desidratação, mas Richard Chaves, o "Poncho", diz que os responsáveis do estúdio detestaram o "design" do fato original e quiseram começar do zero. Recorda-se ainda Van Damme realmente "queria que a sua cara fosse vista".

Craig Baxley, o coordenador de duplos, recorda uma história sobre exibicionismo e absoluta arrogância: ele ia com o produtor Joel Silver num corredor e Van Damme apareceu e começou a saltar no ar e a fazer a espargata.

A seguir foram experimentar o fato e quando lhe puseram a cabeça, o ator levantou-se, ficou em pânico e atirou para o chão a peça avaliada (na época) em 20 mil dólares. O temperamental produtor despediu-o nesse instante, prometendo-lhe que nunca voltaria a trabalhar em Hollywood.

A melhor e mais bizarra teoria vem do supervisor de efeitos especiais Joel Hynek: Van Damme insistia que o Predador devia fazer kickboxing.

"Estava no trailer do Joel Silver e ele tinha chamado o Jean-Claude. E ele chega e o Joel começa a dizer 'Tens de parar com o kickboxing', porque ele queria fazer isso e  estava a dizer-lhe 'Olha, o Predador não é um kickboxer'. E o Van Damme dizia 'Tenho de fazer isso, é a forma como vejo o Predador', recorda.

Conclusão: "O Joel disse 'Bem, estás despedido. Sai daqui'. E o Van Damme respondeu 'Beija-me as bolas' e saiu. Acabou aí'".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.