Aos 55 anos de idade e com mais de 30 de carreira, Woody Harrelson já tem muitas anedotas para contar e nem todas envolvem o seu famoso uso recreativo de marijuana.

Agora, em entrevista à revista Shortlist, juntou mais uma: a forma bizarra como perdeu um papel na icónica comédia de 1994 "Doidos à Solta" ao lado de Jim Carrey.

"Foi filmado por um dos meus melhores amigos – aliás, colega de quarto na faculdade – Peter Farrelly, com o seu irmão Bobby. Na altura, eles não tinham qualquer sucesso mas realmente queriam que eu fizesse o filme", revelou.

"Pete é um bom jogador de bilhar, portanto desafiei-o para uma partida e disse 'Se eu perder, farei o teu filme – se ganhar, não o vou fazer'", recordou.

A competição foi renhida e a última bola acabou por decidir um destino cinematográfico.

"A partida chegou à oitava bola – e nunca fiquei tão triste na minha vida por enfiar uma oitava bola. Ainda que, de qualquer forma, não saiba se conseguiria fazer esse papel tão bem como o fez o Jeff Daniels", concluiu.

O ator, que um ano antes tinha acabado a série "Cheers - Aquele bar" e apostava numa carreira no cinema, tendo conseguido um bom sucesso com "Proposta Indecente" ao lado de Demi Moore e Robert Redford, foi fazer o polémico "Assassinos Natos" às ordens de Oliver Stone.

Já "Doidos à Solta" acabou por ser o sexto maior sucesso de 1994, projetando para outra dimensão a carreira de todos os envolvidos e continua a ser uma das comédias mais recordadas do cinema.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.