Esta terça-feira (28), os donos das salas de cinema defenderam o futuro do seu negócio após ser anunciado que o filme de animação "Trolls: Tour Mundial", lançado nas plataformas digitais, rendeu cerca de 100 milhões de dólares nos primeiros 19 dias em video-on-demand.

A sequela do filme de 2016 foi lançada pela Universal Pictures nos sistemas de streaming e plataformas como a Apple TV, por 19,99 dólares, após o cancelamento da sua exibição nos cinemas por causa da COVID-19 (noutros países, incluindo Portugal, está prevista a estreia nos cinemas no final do verão).

Logo após o lançamento no fim de semana da Páscoa, a Universal afirmou que "Trolls: Tour Mundial" tinha registado um recorde impressionante, sem apresentar números.

Mas esta terça-feira (29), o Wall Street Journal informou que arrecadara 95 milhões com quase cinco milhões de clientes domésticos em três semanas, citando "uma pessoa familiarizada com o tema".

De acordo com o relatório, "o seu desempenho convenceu os executivos da Universal de que as estreias digitais podem ser uma estratégia vencedora e podem diminuir o papel dos cinemas, mesmo após a pandemia".

"Assim que os cinemas reabrirem, esperamos lançar filmes nos dois formatos", dizia ao jornal o CEO da NBCUniversal, Jeff Shell.

O filme "excedeu as nossas expectativas e demonstrou a viabilidade" do streaming, acrescentava.

Maior dono de cinemas do mundo boicota estúdio de "Velocidade Furiosa". Decisão poderá afetar Portugal
Maior dono de cinemas do mundo boicota estúdio de "Velocidade Furiosa". Decisão poderá afetar Portugal
Ver artigo

Os donos de cinemas rapidamente reagiram para relativizar o fenómeno, insistindo que o número não representava "o novo normal", mas o resultado de centenas de milhões de pessoas presas em casa.

"Trolls: Tour Mundial" é um dos muitos filmes com os quais os grandes estúdios cortam ou saltam completamente a chamada "janela teatral", com cerca de 90 dias, que se aplica principalmente a títulos voltados para as famílias e de grande orçamento.

A Warner Bros lança "Scooby!" diretamente nas plataformas no próximo mês, enquanto a Disney passou "Artemis Fowl" na sua plataforma Disney +, e "Lovebirds" da Paramount irá diretamente para a Netflix, um movimento também sem precedentes.

A maioria dos cinemas nos Estados Unidos não tem planos de reabrir até o verão, com exceção dos estados da Geórgia (sul), que autorizou a retoma da atividade a partir de segunda-feira, e do Texas, que o fará a curto prazo, permitindo a ocupação a 25%.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.