Nem a força dos músculos de um novo "Velocidade Furiosa" colocou fim ao domínio nas bilheterias portuguesas de "O Rei Leão".

A versão fotorrealista do clássico de animação da Disney levou quase 124 mil espectadores aos cinemas no terceiro fim de semana de exibição, enquanto a estreia de "Velocidade Furiosa: Hobbs & Shaw" teve de se contentar com 65 mil espectadores e o segundo lugar nas preferências, segundo o Instituto do Cinema e Audiovisual.

"Velocidade Furiosa": novo filme fora das salas da maior exibidora em Portugal
"Velocidade Furiosa": novo filme fora das salas da maior exibidora em Portugal
Ver artigo

"Velocidade Furiosa 8", o mais recente da saga original, levou 246.149 espectadores aos cinemas nos primeiros quadro dias em abril de 2017.

Uma das razões para o contraste dos números, semelhante aos da estreia nos EUA, é a popularidade consolidada pela saga desde 2001, enquanto "Hobbs & Shaw" é o primeiro "spin-off".

O lançamento também foi diferente: o oitavo filme estreou em 168 ecrãs, enquanto o mais recente está em 99 após uma divergência comercial o deixar fora das salas NOS, a maior exibidora em Portugal.

Nos EUA, a aliança improvável entre o agente especial Luke Hobbs (Dwayne Johnson) e o antigo renegado Deckard Shaw (Jason Statham) para enfrentar um anarquista cibernético geneticamente alterado (Idris Elba) colocou fim ao domínio de "O Rei Leão" ao ficar em primeiro lugar com 60,8 milhões de dólares.

Do pior para o melhor e já com "Hobbs & Shaw": todos os filmes "Velocidade Furiosa"
Do pior para o melhor e já com "Hobbs & Shaw": todos os filmes "Velocidade Furiosa"
Ver artigo

O valor é a melhor estreia de 2019 para um filme que não foi lançado pela Disney, batendo os 56,8 que "John Wick 3" arrecadara em maio. É também o melhor arranque nas carreiras dos protagonistas, excluindo os títulos principais "Velocidade Furiosa".

Com um orçamento de 200 milhões de dólares e a precisar de fortes receitas internacionais para ser considerado um sucesso, o total mundial de "Hobbs & Shaw" foi de 180,8 milhões, o quinto melhor do estúdio, atrás de "Velocidade Furiosa 8", "Mundo Jurássico", "Velocidade Furiosa 7" e "As Cinquenta Sombras de Grey".

Falta ainda ser lançado nos importantes mercados da China, Coreia do Sul, França e Itália.

Em Portugal, o domínio do novo "O Rei Leão" não tem contestação: com  840.863 espectadores em apenas 18 dias, já o mais visto do ano em Portugal.

Após ultrapassar os 832.800 espectadores ironicamente de "Velocidade Furiosa 7" (2015), está em quarto lugar no ranking dos mais vistos desde 2004, quando os dados das bilheteiras nacionais passaram a ser divulgados publicamente.

Nos próximos dias irá subir mais uma posição: à sua frente está "Mamma Mia!" (851.681) e a seguir faltará bater apenas "Mínimos" (939.693) e o eterno "Avatar" (1.207.749).

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.