O adiamento da cerimónia dos Óscares de 2021 de 28 de fevereiro para 25 de abril foi recebido com alívio em Hollywood.

"Trata-se de um encorajamento muito necessário para os filmes que podem ter parado na pós-produção", explicou um membro da Academia à publicação especializada Variety.

"Quem sabe como vai ser a temporada de prémios? Mas pelo menos, sabemos quando vão ser os Óscares. É um bom ponto de partida", destacou um dos consultores de prémios a que os estúdios recorrem para planear as estratégias na corrida às estatuetas.

A decisão foi anunciada na segunda-feira (15) pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas e era esperada há várias semanas pois a COVID-19 atingiu profundamente toda a atividade da indústria: fechou cinemas, suspendeu rodagens e trabalho de pós-produção de filmes que deviam estar prontos até ao fim do ano e afetou o funcionamento de festivais de cinema que são grandes rampas de lançamento para possíveis candidatos às estatuetas.

Óscares: cerimónia de 2021 adiada para 25 de abril devido à pandemia
Óscares: cerimónia de 2021 adiada para 25 de abril devido à pandemia
Ver artigo

Anteriormente, o Conselho de Governadores já tinha anunciado que poderiam concorrer filmes lançados digitalmente que já tivessem planeado uma estreia nos cinemas afetada pela pandemia.

A Academia também alargou o espaço temporal dos filmes que podem ser candidatos: serão elegíveis todos os que estrearem entre 1 de janeiro e 28 de fevereiro de 2021. A última vez em que se juntaram dois anos foi em 1932-1933.

"Dado tudo o que tem estado a acontecer, o tempo extra é importante", destacou a mesma fonte da Academia.

Segundo a Variety, vários filmes com potencial para os Óscares estavam a ponderar abdicar da corrida em 2021 e esperar pelo ano seguinte porque provavelmente não teriam tempo para acabar as rodagens e pós-produção até ao fim deste ano.

Um dos títulos parados com ambição de prémios é "The Last Duel", um drama histórico de Ridley Scott que volta a juntar Matt Damon e Ben Affleck.

Outra imprensa especializada norte-americana diz que alguns filmes previstos para estrear nos últimos dias de dezembro podem agora alterar a data para ficar mais perto dos novos prazos de votação dos Óscares, como "West Side Story" (Steven Spielberg), "Dune" (Denis Villeneuve), "News of the World" (Paul Greengrass) e precisamente "The Last Duel".

Segundo os novos prazos, a votação decorrerá entre 5 e 10 de março. As nomeações serão anunciadas dia 15.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.