Os quatro dias que decorreram entre o assassinato do Presidente da República norte-americano John F. Kennedy e o seu funeral serão o tema do filme
«Jackie», o projecto que
Darren Aronofsky irá realizar após terminar «Black Swan», um thriller no mundo do ballet com
Natalie Portman e
Mila Kunis.

Rachel Weisz, namorada de Aronofsky, interpretará o papel principal de Jacqueline Kennedy nesses dias turbulentos de 1963 em que, segundo a «Entertainment Weekly» ela estava no seu estado «mais vulnerável e mais encantador». O argumento foi escrito por Noah Oppenheim e marcará a segunda vez que Weisz trabalha com Aronofsky, após o malogrado
«The Fountain - O Último Capítulo»

Aronofsky tem ganho reputação como cineasta polivalente e de grande intensidade, com um currículo que atesta a diversidade de estilos que é capaz de manipular:
«Pi»,
«Requiem for a Dream - A Vida Não é um Sonho»,
«The Fountain - O Último Capítulo» e
«O Wrestler».

Jacqueline Kennedy foi casada e enviuvou de dois dos homens mais célebres do século XX, John Kennedy e Aristotle Onassis, e foi, ela própria, uma das mulheres mais famosas dos últimos cem anos, também pela sua extrema elegância e o o seu grande apoio às áreas da cultura.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.