"Vingadores: Guerra do Infinito" já chegou aos cinemas portugueses e estreia esta sexta-feira nos cinemas americanos, 10 anos depois do primeiro filme do "franchise" mais lucrativo do cinema: "Homem de Ferro".

Robert Downey Jr. regressa ao fato de Homem de Ferro para combater, ao lado dos seus colegas, o impiedoso Thanos (Josh Brolin), que pretende destruir metade do universo como argumento de que assim alcançará o equilíbrio.

Doutor Estranho (Benedict Cumberbatch), Viúva Negra (Scarlett Johansson) e Thor (Chris Hemsworth) acompanham-no na aventura, que conta ainda com Capitão América (Chris Evans), Hulk (Mark Ruffalo), Homem-Aranha (Tom Holland) e a equipa dos Guardiões da Galáxia.

E, claro, não poderia ficar de fora o Pantera Negra, personagem que revolucionou o género com o filme sobre um super-herói negro que bateu recordes de bilheteira nos Estados Unidos e Canadá, ao superar "Titanic" com mais de 680 milhões de dólares. Em todo o mundo, a produção arrecadou 1,3 mil milhões de dólares desde a sua estreia em fevereiro.

"Foi maravilhoso ter alguns destes personagens em Wakanda", afirmou Chadwick Boseman, que encarna o rei T'Challa e insistiu que este é um filme particular.

"Avengers: Guerra do Infinito" é o 19º filme do Universo Cinematográfico Marvel (Marvel Cinematic Universe, em inglês) e antecede outro, que estreia em 2019 e supostamente marcará o fim de um ciclo para iniciar outro completamente novo.

"É a maior coleção de super-heróis já reunida num filme", declarou Kevin Feige, presidente dos estúdios Marvel, que pertence ao grupo Disney.

O trailer aumentou a expectativa com a frase: "O fim está próximo".

Veja o trailer:

Os irmãos Joe e Anthony Russo realizaram a longa-metragem - com um orçamento de quase 300 milhões de dólares segundo a imprensa especializada - e também estão à frente do próximo filme, "Avengers 4".

"Pegámos numa foto de cada um dos personagens do MCU, colocámo-las na parede e passámos meses e meses a discutir para onde poderia ir cada personagem", explicou Anthony Russo numa conferência de imprensa em Bervely Hills no fim de semana.

Os irmãos Russo e as estrelas do filme evitaram revelar muitos detalhes sobre a produção.

Herói de pijama

Além das fotografias, a banda desenhada foi outra importante fonte de inspiração.

"Guerra do Infinito" é uma versão de "The Infinity Gauntlet", uma série de BD de 1991, indicou Feige.

"Tudo começa com aquela banda desenhada e connosco a arrancar as páginas ou cópias das páginas, que colocamos nas paredes para servir de inspiração", explicou o executivo.

"É o nosso norte, quando transformamos estas produções gigantescas em realidade", acrescentou.

Se Thanos conseguir as seis pedras do infinito - que controlam todos os elementos da vida -, ele poderá destruir o que desejar com um simples estalar de dedos, pois tornar-se-ia a criatura mais poderosa do universo. E para enfrentar o super-vilão será necessária uma grande aliança.

O filme pode arrecadar mais de 235 milhões de dólares no fim de semana de estreia, ou mais, segundo as projeções da revista Variety.

O recorde do melhor fim de semana de estreia pertence a "Star Wars: O Despertar da Força", de 2015, com 248 milhões de dólares.

Além do grande elenco, a produção deverá encantar mais uma vez os fãs com os efeitos especiais, grandes batalhas e cenas bem humoradas.

Para completar, Stan Lee, cocriador do Homem-Aranha, Hulk e Pantera Negra faz o seu tradicional "cameo".

"Foi um dos processos criativos mais divertidos de toda minha vida", disse Anthony Russo.

Tom Holland, o jovem ator britânico que interpreta o Homem-Aranha, confessou que a sua única decepção foi a impossibilidade de vestir fato do herói, incluído digitalmente no filme.

"É incrível demais para existir na vida real", disse o ator.

"Juntei-me ao maravilhoso Mark Ruffalo... e fiquei entre todos estes deuses a vestir um pijama", brincou, referindo-se aos fatos que os dois têm de usar para depois ser possível fazer trabalho digital por cima das suas imagens.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.