Segundo informação do álbum, estas são “as árias favoritas” do cantor lírico de 56 anos, incluindo "Nessun Dorma!", da ópera "Turandot", de Puccini.

As árias foram gravadas em diferentes anos e palcos, sendo o cantor acompanhado por diferentes orquestras sinfónicas. O maestro Zubin Mehta é o que mais vezes dirige o tenor neste disco.

As mais recentes gravações datam deste ano. Em ambas, o tenor é acompanhado pela Orquestra da Comunidade Valenciana e interpreta as árias "Nessun Dorma", dirigido por Mehta, e "Donna Non Vidi Mai", da ópera "Manom Lescaut", de Leoncavallo, dirigido por Plácido Domingo.

As gravações mais antigas datam de 1995, ambas com a Sinfónica da Rádio Moscovo, sob a direção de Vladimir Fedoseyev. e com o coro da Academia das Artes da Rússia. O tenor italiano interpreta "Una Furtiva Lagrima", da ópera "O Elixir do Amor", de Donizetti, e "È la Solita Storia", de "L’Arlesiana", de Francesco Cilea.

Num texto assinado pelo cantor, este afirma que, com esta edição discográfica, pretende que o género operático “toque” o grande público.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.