"Estamos a falar de canções tradicionais. Sabemos que os emigrantes têm aquele sentimento saudosista de Portugal e perguntámo-nos por que não levar estas canções aos emigrantes e congregar as comunidades em torno destas músicas?", contou João Oliveira, que está em Paris desde 28 de fevereiro, para ensaiar os diferentes grupos que vão participar no DVD.

Ao todo, "perto de 30 grupos" de 20 localidades da região de Paris - entre associações, turmas de Língua e Cultura Portuguesa, paróquias e agrupamentos musicais - aderiram ao projeto e estão a ultimar os preparativos para as gravações que vão acontecer na sala La Sirène Orchestre d'Harmonie de Paris, a 14 de março, e no Auditorium de Viroflay, a 15 de março.

"Estou a ensaiar grupo a grupo. Ontem [domingo] andei a correr as associações todas que aderiram ao projeto, em Paris e nos arredores. No dia da gravação, cada grupo desloca-se à sala e nós estamos lá à espera deles para os gravar a cantar. É uma forma de gravação normal, em vídeo, cada um tem os seus auscultadores, há microfones, holofotes, câmaras de filmar, um ambiente de estúdio", continuou.

Além de uma lista de cerca de 60 canções tradicionais portuguesas, entre as quais "Alecrim", "Oliveira da serra", "Ó rama, ó que linda rama", "Ó Ferreiro" ou "Laurindinha", os participantes vão gravar um "hino criado para aquela comunidade, com um poema feito pelos próprios emigrantes" e, ainda, "o repertório das músicas que eles próprios ensaiam".

Depois da gravação do DVD, o objetivo é apresentar o trabalho numa sala em Paris, "ainda antes das férias do verão" mas, por enquanto, ainda se está à procura de um espaço capaz de receber "mais de mil pessoas".

"O projeto está a correr lindamente. A nossa única preocupação é onde é que vamos arranjar um espaço para apresentar condignamente este trabalho que é fantástico. Imagine uma sala cheia de portugueses que vão mostrar um trabalho que eles próprios realizaram no DVD, em que sobem ao palco grupo a grupo e em que, no fundo, toda a sala é um palco", explicou João Oliveira, tendo como base a experiência junto da comunidade portuguesa na Suíça.

A primeira edição do "Cantar Portugal" aconteceu em 2014, em Genebra, na Suíça, e juntou cerca de mil pessoas que participaram na gravação de um DVD musical e que, depois, subiram ao palco da Salle Communale de Plainpalais.

O projeto "Cantar Portugal em Paris" é uma iniciativa da Clave de Soft - Música, Educação e Cultura, em parceria com a Coordenação das Coletividades Portuguesas em França e com o apoio da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas.

Depois de Paris, as próximas etapas do "Cantar Portugal" são as comunidades portuguesas de Newark, nos Estados Unidos, ainda este ano, e Toronto, no Canadá, em 2016, sendo possível acompanhar o projeto na página da internet www.cantarportugal.com.

"Cantar Portugal" surgiu na sequência da iniciativa "Cancioneiro Popular - Um Tesouro a Descobrir", "um projeto com 15 anos" do grupo Clave de Soft que se tem traduzido em DVD musicais, realizados junto das comunidades educativas, com um repertório criado a partir de uma recolha do cancioneiro tradicional português, com o apoio do Instituto de Etnomusicologia da Universidade Nova de Lisboa.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.