A organização revelou, em conferência de imprensa, que, graças às mudanças no cartaz, são esperados este ano 40 mil espectadores durante os três dias do Sumol Summer Fest - 2 a 4 de julho -, duplicando os números das últimas edições.

Depois de uma festa de receção no dia 2, Richie Campbell e Buraka Som Sistema sobem ao palco na noite do dia 3, enquanto no dia seguinte é a vez dos ingleses Rudimental e dos australianos The Cat Empire.

"O cartaz evoluiu para acompanhar as tendências da moda, porque o nosso público não está só a ouvir reggae, mas outras sonoridades", explicou Carla Campos, da organização, na conferência de imprensa.

Pela primeira vez, o festival recebe os portugueses Buraka Som Sistema. "Já tocámos em festivais muito diferentes, mas é uma questão de nos adaptarmos ao festival e às pessoas, porque conseguimos sempre transmitir-lhes a nossa energia", disse aos jornalistas Blaya, vocalista dos Buraka Som Sistema.

Uma das novidades da sétima edição é a mudança da data, do último fim-de-semana de junho para o primeiro de julho, com o objetivo de "sair da altura de exames e do fim das aulas, que atrapalhava o público", explicou a responsável.

O aumento da área do festival é outra das novidades. Além dos concertos à noite, no parque de campismo da Ericeira, o evento estende-se este ano para a praia de Ribeira d'Ilhas, conhecida mundialmente pelos surfistas, com música e outras atividades, durante o dia.

O presidente da Câmara de Mafra, Hélder Silva, sublinhou a importância que o evento tem para a economia local, que se "ressente com os turistas" que visitam a Ericeira, nos três dias do festival.

Os bilhetes estão à venda a partir de hoje e custam 40 euros para cada dia, ou 65 euros, com passe para os dois principais dias do evento.

@Lusa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.