Após mais de década e meia juntos, Tim Rice-Oxley, Richard Hughes, Tom Chaplin e Jesse Quin optaram por seguir caminhos separados, logo após o lançamento do seu greatest hits, “The Very Best of Keane”, previsto para novembro.

“Os Keane vão fazer uma pausa após a edição do Best Of, para seguirem os seus próprios projetos”, revelou o representante da banda ao “The Sun”.

De acordo com a publicação, Tom Chaplin irá passar a focar-se na sua carreira a solo, enquanto o principal compositor do quarteto, Tim Rice-Oxley, planeia colaborar com várias estrelas pop, à semelhança do que já fez com Kylie Minogue e Gwen Stefani.

“The Best Of Keane” chega às lojas a 11 de novembro e inclui 20 temas, entre os quais, duas canções novas – Higher Than The Sun e Won’t Be Broken.

Os Keane formaram-se em 1997 e, desde então, lançaram quatro discos de originais: “Hopes And Fears”, em 2004; “Under The Iron Sea”, em 2006; “Perfect Symmetry”, em 2008; e “Strangeland”, em 2012. Ao longo da sua carreira, o coletivo ganhou um Ivor Novello e dois Brit Awards.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.