Sir Paul McCartney revelou a Ronnie Wood (Rolling Stones), durante o seu programa “Absolute Classic Rock”, que ouvir músicas de Elvis Presley fazia parar as suas dores de cabeça: “O poder curativo da música é uma coisa séria. Lembro-me de um colega que se chamava Ian James e lembro-me de que, um dia, eu ia para sua casa e deu-me uma forte dor de cabeça, e pensei: ‘Oh, meu deus’. Mas colocámos a All Shook Up, do Elvis. Quando a faixa acabou, já não tinha dores de cabeça!”.

O eterno Beatle também admitiu que se ‘passou’, durante o teste de som com Brian Wilson, dos Beach Boys, antes de terem realizado o seu inédito dueto -isto porque McCartney estavamuito comovido por trabalhar com ele: “Íamos fazer um concerto de beneficência juntos, e eu estive ok na atuação em si, mas no sound check passei-me, porque era uma canção muito emocional. Então pensei: ‘Meu Deus, estou a cantar com o Brian’. Aquilo afetou-me. Não o conseguia fazer”.

Durante a conversa com Ronnie Wood, McCartney revelou ainda que a primeira gravação que comprou foi Be-Bop-A-Lula, de Gene Vincent, e que John Lennon retirava sempre os seus óculos quando estava na presença de raparigas, apesar deser‘cego como um morcego’.

Paulo Costa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.