Ainda segundo o comunicado, Molko terá recebido indicações do seu médico para permanecer em sua casa, em Londres, durante seis semanas, ficando, assim, obrigatoriamente afastado dos palcos por esse período de tempo.

“Isso é muito devastador para todos. Em 14 anos de história dos Placebo, só cancelámos três shows, mas a saúde de Brian é primordial”, pode ler-se. “Vamos tentar de tudo para repor as datas o mais rápido possível”, acrescenta ainda o comunicado.

No entanto, os Placebo irão manter as datas agendadas para os festivais Reading e Leeds, a decorrerem a 29 e 30 de Agosto, respectivamente, no Reino Unido, face à sua localização próxima.

Recorde-se que, graças ao vírus, acrescido do jet lag e da exaustão, o vocalista dos Placebo terá desmaiado em plena actuação no Summer Sonic Festival, em Osaka, no Japão, onde a banda estaria a apresentar o seu último trabalho de originais, “Battle for the Sun”, lançado este ano. O concerto terá sido interrompido logo após a primeira música.

O álbum, sucessor de “Meds”, foi produzido por David Bottrill e veio marcar duas grandes mudanças na carreira dos Placebo: a entrada do novo baterista, Steve Forrest, e a transição de editora.

Sara Novais

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.