Uma apresentadora de televisão dos Estados Unidos pediu desculpas por ter feito um gesto a imitar um "lábio leporino" enquanto falava sobre o ator Joaquin Phoenix, após ser duramente criticada por pais de crianças portadoras desta condição.

Wendy Williams, responsável pelo programa "The Wendy Williams Show", levantou várias vezes o lábio superior utilizando um dedo enquanto dizia que considerava "atraente" a cicatriz do nomeado ao Óscar de Melhor Ator por "Joker".

"Quando ele corta o bigode tem uma cicatriz bem fina... tem um desses, como se diz? Lábio leporino? Fenda palatina? Acho muito atraente", disse, enquanto se ria, no seu programa da semana passada.

No ano passado, Phoenix revelou à Vanity Fair que tem uma "cicatriz não cirúrgica com a qual nasceu" e não uma "fissura reparada cirurgicamente".

Uma das muitas pessoas que criticou a declaração da apresentadora foi o jogador de futebol americano Adam Bighill, nascido no Canadá, que tem um filho portador de uma má formação labial.

"Os comentários e ações de @WendyWilliams em relação à comunidade com fendas claramente promove o bullying", escreveu no Twitter Bighill, considerando a atitude da apresentadora de "horrível e ofensiva".

Bighill também colocou na rede social também uma fotografia do seu filho Beau, pouco antes de ser operado por causa da mesma condição.

"Quero pedir desculpas à comunidade de pessoas com fendas labiais, e em homenagem a Beau, o nosso programa vai doar para instituições que apoiam a causa", escreveu Williams no Twitter.

O lábio leporino e a fenda palatina são uma divisão no lábio superior, entre a boca e o nariz, que surgem por causa de uma má formação da boca ou do nariz do bebé durante a gestação. Afeta um em cada 500 a 750 bebés em todo o mundo.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.