"Eu tinha grande esperança de estar pronta para voltar ao palco agora, mas percebo que tenho que ser mais paciente", lamentou a estrela na sua conta no Twitter.

Dion, cujos concertos tiveram que ser adiados devido à pandemia, já tinha cancelado espetáculos agendados em Las Vegas, no oeste dos Estados Unidos, entre novembro de 2021 e fevereiro de 2022.

A 9 de março a cantora deveria retomar a sua digressão em Denver e até 22 de abril estava programado atuar em 15 outras cidades nos Estados Unidos e também no Canadá.

Esses concertos também foram cancelados porque a recuperação da saúde da cantora, que sofre de "espasmos musculares graves e persistentes" que a impedem de se apresentar em palco, "está a demorar mais do que o esperado", disse a empresa que a representa em comunicado à imprensa. .

Celine Dion tinha realizado os primeiros 52 concertos da digressão antes do início da pandemia em março de 2020.

Os espetáculos da parte européia de "Courage" continuam agendados e devem começar a 25 de maio em Birmingham, no Reino Unido.

"Ficarei tão feliz quando minha saúde voltar, a pandemia ficar para trás e eu voltar ao palco", disse a artista nascida no Quebec.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.