As Festas da Cidade decorrem entre hoje e dia 12, em formato adequado ao atual contexto de pandemia e “no cumprimento integral das orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS)”, afirma a Câmara de Coimbra.

Em 2020, “as celebrações serão diferentes dos últimos anos, apostando em eventos simultâneos, entradas controladas para adequar a lotação e transmissões online para as redes sociais”, sublinha a autarquia, que promove uma programação orientada para “apoiar a retoma da economia local”, baseada essencialmente em artistas locais, adotando um modelo “completamente moldado às novas circunstâncias impostas pelo atual contexto de pandemia”.

O Jardim da Sereia será o palco, às 22:00 de sábado, 4 de julho – Dia da Cidade e feriado municipal – do concerto de Rui Veloso, “um dos artistas mais influentes da música portuguesa, com músicas e sucessos que atravessam gerações”, salienta a Câmara.

Dirigido pelo maestro Nuno Feist, “O Melhor dos Musicais”, que terá lugar no domingo, às 18:00, no grande auditório do Convento São Francisco, “é um espetáculo único com os maiores êxitos de sempre da Broadway e do West End”, reunindo “os melhores artistas da atualidade”, que contam com “uma orquestra que toca as mais belas canções de sempre”.

Neste espetáculo participam ainda a Orquestra Clássica do Centro e o Coimbra Feist Choir.

Para além de Rui Veloso, o Jardim da Sereia também será palco de concertos, igualmente com lugares marcados e transmissão online, designadamente em 10 de julho e no dia seguinte, com atuações dos Anaquim e de André Sardet com João Só, respetivamente, ambos às 22:00.

Do programa, destaque ainda, designadamente, para os espetáculos de Anaquim, JP Simões, Cithara, Mancines ou Os Quatro e Meia, que estarão hoje, às 22:00, na Praça das Bandeiras do Convento São Francisco.

O ‘cartaz’ das Festas integra também iniciativas como exposições, programação infantil, mini-concertos em simultâneo em vários locais, e “’vídeo mapping’ nas fachadas das casas, num espetáculo itinerante denominado ‘Festival à Janela’, por várias freguesias do concelho” e serões em casas de fado, exemplifica a Câmara.

Com um total de dez espetáculos distribuídos por cinco espaços, os mini-concertos prometem levar a palco “muitos artistas de Coimbra ou que, de algum modo, estão ligados à cidade”, para “dar a conhecer ao público o que de melhor por cá se faz”, da comédia à música, desde o pop rock à música tradicional portuguesa ou ao jazz com a canção de Coimbra.

O espetáculo itinerante de ‘vídeo mapping’ nas fachadas das casas, da empresa O Cubo, denominado “Festival à Janela”, pretende, refere a Câmara de Coimbra, que “o público assista, confortavelmente, a partir das janelas e varandas de suas casas a concertos projetados no espaço urbano de zonas como, por exemplo, Vale das Flores (hoje), Cidral e Solum, Celas e Olivais (dia 5), ou Santa Clara e São Martinho do Bispo (dia 11), sempre a partir das 21:30.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.