"Destaco, pela sua particular relevância para o setor das artes, uma medida de apoio a todos aqueles que viram a sua atividade cancelada, que consiste numa prestação de apoio social e no adiamento das contribuições para a Segurança Social", afirmou Graça Fonseca, num vídeo enviado hoje às redações, pelo Ministério da Cultura.

A responsável pela pasta da Cultura garante que "o Estado vai cumprir o seu papel", recordando que "já foram aprovadas importantes medidas no Conselho de Ministros para empresas, cooperativas, associações e profissionais independentes".

"Sabemos que a situação é grave, estamos a trabalhar para identificar e concretizar mais medidas de apoio às entidades, aos artistas, aos criadores e aos técnicos, que vivem um momento particularmente difícil", afirmou.

Esta semana, várias entidades dependentes do ministério da Cultura já tinham anunciado algumas medidas para o setor.

O Governo suspendeu o pagamento da Taxa Social Única (TSU), previsto para hoje, a efetuar pelas empresas, e indicou ainda que os termos do adiamento das prestações e a definição das respetivas regras irão ser regulados, segundo com a informação divulgada pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

Mais informações sobre o COVID-19.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.