De acordo com a organização, nos concertos, que pela primeira vez terão lugar no Teatro Nuevo Apolo, Mísia irá apresentar, hoje, o seu último espetáculo, “Pura vida”, no sábado, é a vez de Katia Guerreiro, com temas do seu novo álbum, e, no domingo, o cartaz encerra com Carminho, os seus “grandes sucessos e alguma surpresa”.

Durante os três dias do festival vão ser projetados, na Filmoteca Espanhola, os documentários de Ivan Dias “Carlos do Carmo. Um Homem no Mundo” e “Mariza no palco do Mundo”.

A exposição “O fado fora de portas”, produzida pelo Museu do Fado e pela Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural, ambos de Lisboa, poderá também ser visitada.

Haverá ainda uma conferência sobre "A internacionalização do fado", por Andreia Brito, que apresentará uma perspetiva de 1930 à atualidade.

O guitarrista Pedro Castro vai dar uma 'masterclass' de guitarra portuguesa.

Desde que nasceu em Madrid, em 2011, o "Festival do Fado" tem vindo a expandir-se à América Latina (Rio de Janeiro, São Paulo, Buenos Aires, Bogotá, Santiago do Chile, Cidade do Panamá e Lima), a Marrocos (Rabat) e, em Espanha, a cidades como Sevilha e Barcelona, entre outros locais.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.