A morte de Yuko Takeuchi aos 40 anos acontece após outras mortes de celebridades japonesas que aparentemente cometeram suicídio nos últimos meses.

A taxa nacional de suicídio está a aumentar, de acordo com estatísticas recentes.

"Houve um aumento no número de suicídios desde julho", afirmou esta segunda o porta-voz do governo, Katsunobu Kato, observando que a redução do contacto humano devido ao coronavírus pode causar angústia.

"Temos de levar em consideração o facto de que há muitas pessoas a acabar com as suas vidas preciosas", acrescentou o ex-ministro da Saúde, pedindo o uso de ferramentas de prevenção, como linhas telefónicas de ajuda.

Takeuchi protagonizou a série de televisão japonesa "Miss Sherlock", que foi para o ar em 2018. Também apareceu em "Creepy", do realizador Kiyoshi Kurosawa em 2016, e no filme de terror "Ring" (1998).

A atriz deu à luz o seu segundo filho em janeiro deste ano.

Também teriam sido decorrentes de suicídio as mortes da popular atriz Sei Ashina este mês, e do ator Haruma Miura em julho, bem como a de Hana Kimura em maio, uma estrela de 22 anos do reality show "Terrace House" que estava a ser assediada nas redes sociais.

Em agosto, o Japão registou quase 1850 suicídios, um aumento de 15,3% em relação ao ano anterior, segundo dados do ministério da Saúde.

Consulte aqui as linhas de ajuda e apoio na prevenção ao suicídio em Portugal.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.