Justin Bieber foi acusado de agressão sexual por duas mulheres nas redes sociais. No Twitter, as duas alegadas vítimas contaram a sua versão da história.

Uma das mulheres que acusa o cantor, que se apresentou como Danielle, recordou que esteve numa festa organizada pelo agente de Justin Bieber, Scooter Braun, em março de 2014. "As minhas amigas e eu estávamos a divertir-nos (...) até que um homem se aproximou de nós e perguntou se gostávamos de conhecer o Justin. (...) Dissemos que sim, claro. Ele veio ter connosco, tirámos algumas fotos e falámos durante uns 20 minutos", contou.

No texto, a alegada vítima conta que o artista as convidou para ir a um hotel. "Levou-me para um dos quartos e pediu-me para não dizer nada a ninguém ou ficaria em sérios problemas legais", recorda. "Empurrou-me para a cama, puxou-me as cuecas e entrou à força. Fiquei sem fala, sentia-me inconsciente. Fui abusada sexualmente", frisou Danielle nas redes sociais.

Também nas redes sociais, outra mulher, que se apresentou com Kadi, revelou que foi violada pelo cantor há cinco anos, em maio de 2015, em Nova Iorque.

Depois dos comentários de Danielle se terem tornado virais, Justin Bieber negou todas as acusações. "Não há nenhuma verdade nesta história. Nunca estive naquele local", frisou, partilhando detalhes do local onde passou a noite.

"Todas as acusações de abuso sexual devem ser levadas muito a sério e é por isso que a minha resposta era necessária (...) Vou trabalhar com o Twitter e as autoridades e tomar as medidas necessárias", garantiu.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.