De acordo com o museu, a inauguração da exposição está marcada para aquele dia, às 18:30, na Sala de Exposições Temporárias, abrindo ao público no dia seguinte, e aí permanecendo até 15 de janeiro de 2017.

D. João V, cujo reinado foi um dos mais significativos para a diplomacia portuguesa, fez desta Embaixada o ponto alto de ostentação, enviando a Roma D. Rodrigo Annes de Sá Almeida e Meneses, 3.º Marquês de Fontes, ao papa Clemente XI, a 08 de julho de 1716, para obter algumas prerrogativas para a Igreja Portuguesa.

A 07 de novembro do mesmo ano, o Papa emitiu uma Bula – documento pontífico - na qual atribuiu o estatuto de Patriarcal à cidade de Lisboa, recorda o museu.

Nesta exposição, será apresentado o conjunto dos três coches triunfais que fizeram parte da embaixada realizada há 300 anos: o Coche do Embaixador, o Coche dos Oceanos e o Coche da Coroação de Lisboa.

Mandados construir em Roma, os coches foram apresentam elevada qualidade artística nos grupos escultóricos representados, cuja mensagem alegórica dá ênfase ao Título de Estado que D. João V possuía por direito: "Senhor da Conquista, Navegação e Comércio da Etiópia, Arábia, Pérsia e Índia".

A exposição apresenta-se como uma viagem ao passado, recordando a importância das embaixadas e entradas solenes nas cortes europeias.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.