As experiências vividas no espaço do Parque da Cidade do Porto com gelados de iogurte de soja e coroas de flores naturais oferecidas para enfeitar os cabelos ou pinturas na cara, fazem deste segundo dia do Primavera Sound do Porto numa espécie de ‘Coachella à portuguesa’, lembrandoOo festival que é um evento de música e arte com duração de três dias que acontece na Califórnia.

O anfiteatro natural junto aos palcos principais apresentava-se pontuado hoje à tarde por festivaleiros que se deitaram em cima de mantas e toalhas multicolores, enquanto ouviam First Breath After Coma, a primeira banda a atuar neste segundo dia de festival.

Em simultâneo aos primeiros concertos do dia, onde também atuaram os australianos Pond e o norte-americano Jeremy Jay, várias famílias chegavam ao espaço com os filhos, para brincar ao jogo da malha, fazer mandalas com massinhas, andar de mini-andas, ou experimentar o jogo do saco.

O Joaquim, de três anos de idade, está pela terceira vez no Primavera Sound com a mãe, Susana Luís, que conta à Lusa que já vinha ao festival antes de engravidar e não hesitou em trazer o filho ainda bebé para o recinto.

“É o nosso ‘upgrade’. É a nossa extensão. Gosto de partilhar a experiência do Primavera Sound com ele [o filho]”, conta Susana Luís, oriunda de Torres Vedras.

A Marisin, de cinco anos de idade, da Galiza, no Norte de Espanha, é outra repetente do Primavera Sound e enquanto deixa que a sua cara seja uma tela para pintar flores e corações, conta à Lusa que é fá de Teenage Fanclub, banda que atua hoje pelas 21:00.

Mariza, a mãe de Marisin, diz adorar o ‘Kids Garden’ do festival, referindo que aquele serviço permite descansar com a filha, brincar e, ao mesmo tempo, ouvir as bandas preferidas como Teenage Fanclub e Bon Iver.

Num dia em que os bilhetes esgotaram e, segundo a organização, são aguardadas cerca de 30 mil pessoas, vão chegando pela tarde dentro os festivaleiros, onde se destaca na fila para as coroas de flores uma série de raparigas a mostrar as últimas tendências da moda.

O Primavera Sound 2017, que vai na 6.ª edição, recebe este ano milhares de festivaleiros estrangeiros que estão a estrear-se no Porto e no festival de música, afirmando que adoram o ambiente, a comida, a música e que se sentem em segurança.

Um dos concertos mais aguardados esta noite é o espetáculo de Bon Iver, nome com origem francesa que significa ‘Bom Inverno’ em português, e que traz ao Primavera o seu terceiro álbum.

O NOS Primavera Sound termina no sábado, contando com artistas como Aphex Twin, Against Me!, Elza Soares, Metromony, Mitski, Sampha, Whitney, Sleaford Mods, e Run The Jewels, Hamilton Leithauser, e muitos outros.

O diretor do Primavera Sound do Porto, José Barreiro, considera que artistas como Justice, Bon Iver, Aphex Twin, Run The Jewels, Miguel, Against Me e Angel Olsen compõem um “caldeirão perfeito” para três dias de "grandes concertos”.

Foto: Mónica Ferreira

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.