A Lisbon Film Orchestra vai fechar as comemorações do décimo aniversário com dois concertos em Lisboa e no Porto. A orquestra dirigida pelo Maestro Nuno Sá vai recordar as bandas sonoras de filmes como "Carros", "Toy Story" ou "À Procura de Nemo" no espetáculo "Pixar in Concert".

Em Lisboa, no Campo Pequeno, os concertos estão marcados para o dia 23 de dezembro, às 16h00 e 21h00. O "Pixar in Concert" chega ao Coliseu do Porto a 14 de janeiro (15h00 e 18h30).

Em palco, vai estar uma orquestra, dirigida pelo maestro Nuno Sá, com 60 músicos, que vai interpretar ao vivo, sincronizadas com as imagens dos filmes projectadas em tela, as músicas de "Ratatui", "Carros", "Toy Story - Os Rivais", "Monsters, Inc - Monstros e Companhia", "À Procura de Nemo" e  "Brave - Indomável", entre outros.

Em entrevista ao SAPO Mag, Nuno Sá explicou que a ideia de um espetáculo centrada nas bandas sonoras dos filmes da Pixar começou a fervilhar em 2015. "Nós em 2015 fomos até Barcelona, assistimos a este concerto e achámos que iria resultar muito bem em Portugal. Entretanto, fizemos o 'Disney in Concert' e, ao fim de dois anos, achámos que seria uma boa oportunidade para mudar e de fazer um produto novo que estamos agora a trazer para Portugal", contou o maestro.

"Vão estar 64 músicos em palco, vamos ter um ecrã gigante com os filmes e vão estar sempre sincronizados com a música. É um concerto diferente do ano passado porque no ano passado nós tínhamos quatro cantores e, este ano, a música é apenas instrumental e, portanto, as nossas estrelas serão as imagens. Será um espetáculo onde vamos poder ver os grande temas dos filmes da Pixar, fazer uma viagem por mais de 20 anos", explicou Nuno Sá.

Disney in concert

"Isto é um produto da Disney e que já vem organizado e esquematizado por eles. O alinhamento é escolhido pela própria Disney, que nos envia tudo. Nós só ensaiámos e fazemos aqui a nossa interpretação e versão do concerto", contou.

Qual o filme da Pixar mais se parece com a sua vida?
Qual o filme da Pixar mais se parece com a sua vida?
Ver artigo

Para o maestro, o "Pixar in Concert" é um desafio especial. "Tem o desafio normal, que é pôr a orquestra a soar bem e a ensaiar de acordo com aquilo que a partitura nos pede. Mas o grande desafio aqui é conseguir dirigir 100% sincronizado com as imagens. É um exercício mais complicado porque exige que a interpretação da música esteja sempre em sintonia com as imagens", revelou.

Para o diretor executivo e de produção Francisco Santiago, o "público pode esperar algo que nunca viu em Portugal". "No ano passado fizemos o 'Disney in Concert' mas o 'Pixar in Concert' é diferente - a música tem muito mais ação, muito mais dinamismo e existe um sincronismo total entre as imagens que passam e o que orquestra toca. O que vamos fazer com os temas são medleys com as melhores partes dos filmes. Do primeiro ao último segundo vai existir um sincronismo total entre a orquestra e o vídeo", frisou ao SAPO Mag.

"Vamos ter muitos temas dos grandes filmes e que irão, de certeza, fazer recordar a infância ou a juventude de muita gente. É um espetáculo para toda a família", concluiu o maestro.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.