Dina, cantora conhecida por temas como "Há Sempre Música Entre Nós" e "Amor de Água Fresca", morreu na noite de ontem, confirmou o Hospital Pulido Valente ao SAPO Mag. A artista estava à espera de um transplante de pulmão desde janeiro de 2018.

Nas redes sociais, vários amigos e colegas têm recordado a cantora.

"A Dina deixou-nos. Uma artista de corpo e alma, uma querida amiga, uma pessoa boa", escreveu Herman José na sua conta no Instagram. O humorista partilhou ainda um vídeo de uma atuação com a artista.

Nos anos 1980, Herman José fez dezenas de espectáculos ao lado de Dina.

Adolfo Mesquita Nunes, antigo líder do CDS-PP, recordou a cantora nas redes sociais. "Morreu a Dina, que esperou anos e anos pelo reconhecimento do extraordinário primeiro álbum que lançou, o 'Dinamite'. Há uns anos fizeram-lhe um dos concertos de homenagem mais alegres e bonitos a que assisti. Era tão mais que o 'Amor De Água Fresca".

Jorge Gabriel e Sónia Araújo, no final da emissão de "Praça Da Alegria", também recordaram a artista.

"Vai em paz, Haverá Sempre Música entre Nós", escreveu a atriz Noémia Costa.

"A vida não tratou bem a Dina, e não falo só desta última fase. Mesmo assim, não se tornou uma pessoa azeda, bem pelo contrário. A cada mensagem que trocávamos, mesmo a mais corriqueira, ela respondia que tinha sido ‘um bálsamo’. Hoje desapareceu uma pessoa boa e grata, e isso deixa-me muito triste. Mas não evito a felicidade cada vez que me lembro (e palmas ao Gonçalo Tocha) que a homenageámos em vida", recordou Samuel Úria ao Observador.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.