As Mulheres Socialistas criticaram os novos programas da SIC e da TVI e ponderam avançar com uma queixa junto da Entidade Reguladora da Comunicação (ERC) ou com uma carta aberta, explicou ao Público Elza Pais, líder deste departamento nacional do PS.

"Sabemos que o drama da violência de género, nas proporções que acabamos de ver e denunciar, tem na origem a desigualdade, a relação desigual que leva o homem a achar que é dono da mulher e que quando não a consegue controlar parte para a violência, o assassinato. Temos dois programas de televisão a veicular imagens estereotipadas para manter um status quo que o país inteiro está a criticar e isto só pode merecer o nosso veemente repúdio, como é óbvio”, disse ao jornal a líder das Mulheres Socialistas.

À TSF, Elza Pais frisou ainda que os programas merecem o "mais veemente repúdio das Mulheres Socialistas: as imagens de mulheres submissas e homens que as escolhem... como também mulheres sujeitas, inclusivamente, à opinião de outra mulher, a hipotética futura sogra".

O Departamento Nacional de Mulheres Socialistas do PS  já pediu uma reação à Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG) da Presidência do Conselho de Ministros.

A SIC estreou este domingo, dia 10 de março,"Quem Quer Namorar com o Agricultor?", reality show em que as concorrentes têm de se submeter a provas ligadas ao mundo da agricultura e conquistar o coração de um agricultor. Já a TVI apostou em "Quem Quer Casar com o Meu Filho?", programa que arrancou com cinco homens que procuram o amor mas no qual as suas mães têm algo a dizer.

Nas redes sociais, vários espectadores criticaram os dois formatos, acusados de preconceito e machismo.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.