"007 – Sem Tempo para Morrer" voltou a mudar de data, mas desta vez apenas uma semana e foi para antecipar.

Após vários adiamentos por causa da pandemia desde abril de 2020, a estreia nos cinemas do quinto e último filme com Daniel Craig como James Bond  foi antecipada de 8 de outubro para 30 de setembro na Grã-Bretanha.

Para já, a decisão apenas afeta aquele importante mercado: o lançamento internacional mantém-se a 8 de outubro nos EUA e um dia antes em Portugal.

Ainda antes de mais esta alteração, quando em janeiro voltou a adiar de abril para outubro, foi notado nas redes sociais que a produção já teve mais datas de estreia do que os filmes com Daniel Craig como 007: novembro de 2019 (quando esteve para ser realizado por Danny Boyle, que saiu por "diferenças criativas"), fevereiro, abril e novembro de 2020, abril e outubro de 2021.

A justificação sempre foi a necessidade de ter mercado afetado pela pandemia completamente operacional, condição essencial para rentabilizar uma produção que terá custado 250 milhões de dólares.

Mais precipitadas foram algumas notícias de que o 25º filme da saga chegaria ao streaming após apenas 45 dias nos cinemas, não cumprido a atual janela exclusiva de cerca de 90.

Dos filmes mais cedo em streaming ao regresso de "Frasier": Paramount+ anuncia trunfos para concorrer com Disney+ e HBO
Dos filmes mais cedo em streaming ao regresso de "Frasier": Paramount+ anuncia trunfos para concorrer com Disney+ e HBO
Ver artigo

A confusão surgiu com o anúncio de que a plataforma de streaming Paramount+, que substitui a partir de 4 de março a CBS All Access, assinou uma parceria com o serviço "premium" Epix para a partilha de catálogos de filmes.

O acordo passa ainda por novos lançamentos dos estúdios MGM e Sony Pictures licenciados à Epix que vão chegar aos cinemas, que ficarão em exclusivo primeiro no Paramount+, como "007 - Sem Tempo Para Morrer", "House of Gucci", "Creed III" e outros.

Com isto começou a circular a informação de que iam ficar disponíveis ao fim de 45 dias, como acontecerá com os títulos da Paramount "Missão Impossível 7" (ainda em problemática rodagem e previsto para estrear nos cinemas a 19 de novembro), "Um Lugar Silencioso 2" (17 de setembro) e "PAW Patrol: The Movie" (20 de agosto).

No entanto, a expressão chave das publicações especializadas como a Variety é que esses ficarão disponíveis "após o seu lançamento nos cinemas", sem qualquer referência a prazos.

Note-se que o lançamento ao fim de 45 dias nem sequer é para todos os filmes da Paramount: não estão incluídos por exemplo "Top Gun: Maverick", "Transformers 7", "Masmorras e Dragões" "Snake Eyes" ou a sequela de "Sonic".

A despedida (que custa a chegar) de Daniel Craig

Segundo a sinopse oficial de "007: Sem Tempo Para Morrer", no início da história James Bond (Daniel Craig) deixou o serviço ativo e está a desfrutar de uma vida tranquila na Jamaica. Mas a sua paz termina rapidamente quando o seu velho amigo Felix Leiter, da CIA (Jeffrey Wright), aparece com um pedido de ajuda.

Uma nova missão passa por resgatar um cientista raptado e torna-se muito mais traiçoeira do que o esperado, levando Bond a perseguir um misterioso vilão, Safin (Rami Malek), armado com uma nova tecnologia perigosa.

O elenco inclui ainda Ana De Armas, Christoph Waltz, Ralph Fiennes, Naomie Harris, Ben Wishaw e Rory Kinnear.

O realizador é Cary Fukunaga (da primeira temporada de "True Detective"), que co-escreveu o argumento com Scott Z. Burns e Phoebe Waller-Bridge ("Fleabag", "Killing Eve").

VEJA O TRAILER.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.