Os nova-iorquinos Schools of Seven Bells tocam no arranque do evento. Na bagagem trazem o novo álbum, com edição prevista para o próximo mês.

Formados por Benjamin Curtis e pelas irmãs Alejandra e Claudia Deheza, os School of Seven Bells começaram a construir carreira em 2007, editando, um ano depois, o álbum de estreia, “Alpinisms”, que os revela muito próximos de um território shoegaze/dream pop, com influências bem assumidas dos anos 80.

Seguem-se, no dia seguinte, os ingleses Blood Red Shoes – presença assídua nos palcos portugueses.

Nascidos em 2004 em Brighton, fruto do encontro de Laura-Mary Carter com Steve Ansell, os Blood Red Shoes editaram o seu álbum de estreia, “Box of Secrets”, em 2008, ao qual se seguiu, já em 2010, “Fire Like This” - disco que vêm apresentar em Guimarães.

A 24 de Julho, sobe ao palco o colectivo multicultural The Phenomenal Handclap Band, que assegurou a primeira parte do concerto dos Franz Ferdinand no Campo Pequeno.

The Phenomenal Handclap Band nasceram em Brooklyn e Lower Manhatan, a partir da dupla de compositores Daniel Collás e Sean Marquand, aos quais se têm juntado algumas contribuições excepcionais, como Jaleel Bunton, Jon Spencer e Lady Tigra.

“Como sempre, o Manta acolhe bandas que estão em trânsito para reconhecimento planetário. E antes que seja tarde, é tempo de vê-las uma última vez num espaço tão acolhedor, quanto privilegiado, como é o jardim do Centro Cultural Vila Flor”, refere a organização do certame em comunicado.

Já à venda, os bilhetes para cada concerto custam €10. Os detentores de cartão do Centro Cultural Vila Flor têm 50% de desconto sobre o valor anunciado dos ingressos.

Recorde-se que pelo Festival Manta já passaram nomes como The National, Liars e Young Gods.

Sara Novais

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.