O tenor italiano Andrea Bocelli teve coronavírus no início de março, revelou esta terça-feira ao jornal italiano La Repubblica depois de doar o seu plasma para pesquisas científicas.

"O artista é um dos casos positivos de coronavírus. (...) O caso remonta a 10 de março, quando realizou o teste", informou o jornal, que cita declarações do músico a um grupo de jornalistas depois de ter doado o seu plasma para um hospital em Pisa.

Andrea Bocelli explicou que teve um pouco de febre e que ficou praticamente assintomático, por isso infetou a sua esposa e dois filhos, que também apresentaram sintomas leves. A esposa também doou o plasma para pesquisas médicas, acrescentou.

Uma das possibilidades exploradas pelos cientistas para tratar pacientes com a COVID-19 é injetar plasma de pacientes que superaram a doença, uma vez que contém anticorpos potencialmente benéficos.

Andrea Bocelli participou de várias iniciativas de solidariedade, incluindo o concerto online One world together at home, promovido pela Organização Mundial da Saúde e Lady Gaga.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.