Os artistas de rua Jacqueline de Montaigne, Dish, Daniela Guerreiro e Tio Acer e o ilustrador Senhor Tocas contribuíram com obras para um livro com desenhos de mais de 250 artistas de todo o mundo, intitulado “Background Bob”, o nome artístico de Noah Jones.

A criança de 12 anos sofre de hidrocefalia, epilepsia e paralisia cerebral e os pais decidiram lançar um projeto de angariação de fundos a favor de uma fundação criada pelos hospitais de Colchester e Ipswich, onde Noah foi acompanhado.

Durante o primeiro confinamento decretado em Inglaterra por causa da pandemia de COVID-19, em março e abril do ano passado, Noah começou a pintar em pedaços de cartão e o pai partilhou as imagens na rede social Instagram, apelando a artistas para completarem as obras com o seu próprio estilo.

A anglo-portuguesa Jacqueline de Montaigne tomou conhecimento da iniciativa e voluntariou-se para colaborar, envolvendo mais artistas que conhece em Portugal.

“Numa altura em que as artes e a cultura sofreram bastante e foram abandonadas mundialmente durante a pandemia, os artistas mostraram um enorme sentido de solidariedade com o Noah e a sua família. Estou muito orgulhosa por ter podido participar e ter conseguido dar conhecimento a outros artistas de Portugal”, disse a artista à agência Lusa.

Além de um livro com todos os desenhos, os originais foram leiloados no domingo, tendo no total angariado 81.338 libras (95 mil euros).

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.