Em entrevista à agência Lusa durante o ensaio para a imprensa, José Gregório Rojas, da Dançando com a Diferença, uma companhia de dança madeirense com trabalho artístico para a inclusão social, explicou que o espéculo que se estreia este sábado no Rivoli - Teatro Municipal do Porto cruza “Blasons” e “Doesdicon”, “duas criações que são apresentadas no mesmo serão”.

“É uma oportunidade única de ver dois espetáculos num mesmo serão. (…) De ver duas criações que conseguem dialogar uma com a outra, mas que são completamente diferentes. É uma oportunidade de ver uma estreia de criação nova que tem vindo a ser trabalhada desde 2021”, seguido da remontagem do “Doesdicon”, "com a maior parte do elenco original”, e onde se vê o amadurecimento dos próprios intérpretes enquanto artistas”, explica José Gregório Roja.

A companhia Dançando com a Diferença trabalha “sempre na base da dança inclusiva” e com a “noção de que no palco e no espaço artístico e das artes contemporâneas, e da dança contemporânea em particular, exista espaço para a participação e para o trabalho e a inclusão em trabalhos artísticos não apesar do corpo, mas com o corpo”, explicou Roja.

“O objetivo, acima de tudo, é termos pessoas em palco e, independentemente do seu corpo, independentemente da funcionalidade, todas elas, com as suas particularidades. E, que nos processos de criação se tente aproveitar aquilo que cada um tem de melhor para dar e para oferecer em palco”.

“Doesdicon”, um anagrama com as sílabas misturadas que significa “escondido”, é uma remontagem da coreógrafa portuguesa Tânia Carvalho, que se estreou em 2017, no Teatro Viriato (Viseu), e “Blasons” é uma criação do coreógrafo francês François Chaignaud e vai ser uma estreia nacional que surge no âmbito da programação organizada pela temporada Portugal-França 2022.

Segundo Gregório Roja, o artista escolhido para cruzar a temporada Portugal-França 2022 recaiu no coreógrafo François Chaignaud por ter um tipo de linguagem e de estética e de proposta às criações que se “aproximam àquilo que a companhia [Dançando com a Diferença], procura a nível artístico e também com o trabalho da dança inclusiva e com esta diversidade de corpos que existe em palco de pessoas com e sem deficiência”.

O espetáculo da Dançando com a Diferença estreia-se este sábado, dia 1 de outubro, às 19h30, no Rivoli, e tem nova sessão no domingo, dia 2 de outubro, pelas 17h00.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.